Relação de Psicopatas com o Filme Silêncio dos Inocentes

468 palavras 2 páginas
Como descrever aquelas pessoas, que de forma insana, cometem crimes com o maior grau de crueldade contra o semelhante e de modo serial? Para muitos se trata de uma loucura, para outros, puro sadismo. Assassinos em série, loucos Psicóticos ou cruéis Psicopatas? Como diferenciar os dois? Bem, o psicótico tem como principais características alucinações (ouve, vê, sente ou cheira coisas que de fato não existem, sendo a mais comum a auditiva, onde ouve vozes que se referem ao seu comportamento, criticando ou dando ordens, e para eles é a mais real das realidades) e delírios (crenças que são mantidas, mesmo não sendo verdade, sendo um dos mais comuns, o de perseguição), já os psicopatas apresentam-se como normais, quase sempre simpáticas e cativantes. Sofreram, na sua grande maioria abusos na infância, tendo com uma característica, bastante acentuada, ausência de ansiedade, culpa ou remorso. Ao praticar um crime não demonstram qualquer sentimento, a não ser o prazer, agindo como se tivesse permissão para tudo, excitando-se com o que está fazendo, humilhando a vítima, sentindo-se superior. Em o Silêncio dos Inocentes, podemos ver como agem dois personagens que sofrem com transtorno de personalidade antissocial (psicopata), o requinte e a crueldade presentes, nos remetem a um estado da natureza humana que se equivale à de um animal selvagem, sem sentimentos e emoções, que tira a vida de um igual como se fosse a coisa mais natural do mundo. No filme podemos perceber ainda mais claramente as características dos perfis de personalidade dos Assassinos em Série, homens jovens (mesmo o personagem Hannibal Lecter estar com uma idade acima, lembremos que ele se encontra preso, e a muito tempo já praticava crimes), de raça branca, onde suas vítimas preferenciais são mulheres, sua forma de matar pode ser de contato direto com a vítima utilizando armas brancas, estrangulamento ou golpeando, quase nunca utiliza arma de fogo. Vimos que os crimes obedecem uma espécie de ritual,

Relacionados

  • Psicopatologias
    754 palavras | 4 páginas
  • Sociopata
    682 palavras | 3 páginas
  • A SÍNDROME DE PIRANDELLO
    1436 palavras | 6 páginas
  • As expressões faciais de um psicopata
    1490 palavras | 6 páginas
  • Analise de seven
    3809 palavras | 16 páginas
  • Psicopatia
    3915 palavras | 16 páginas
  • trabalho psicanalise
    964 palavras | 4 páginas
  • Mentes perigosas
    13569 palavras | 55 páginas
  • Silêncio dos Inocentes
    15672 palavras | 63 páginas
  • direito
    1048 palavras | 5 páginas