Relação de classe trabalhadora, estado, e a elite

Páginas: 5 (1030 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
"Demonstre as relações entre Estado, as elites e a classe trabalhadora no Brasil durante a Era Vargas, no período de JK, João Goulart e ao longo da Ditadura Militar e no cenário dos últimos vinte e poucos anos".

No governo da Era Vargas um forte marco do período, foi o populismo do governante. O período iniciou um novo tipo de Estado, chamado “Estado de compromisso”, em razão doapóio de diversas forças sociais e políticas: as oligarquias dissidentes, classes médias, burguesia industrial e urbana, classe trabalhadora e o Exército. Neste “Estado de compromisso” não existia nenhuma força política hegemônica, possibilitando o fortalecimento do poder pessoal de Getúlio Vargas. Governo Provisório (1930/1934). O Estado procurou manter a classe trabalhadora controlável, que estavamse organizando e se movimentando pelas péssimas condições de trabalho. Proibiram-se as greves e qualquer tipo de manifestação. Por outro lado, o Estado efetuou algumas concessões, tais como, o salário mínimo, a semana de trabalho de 44 horas, a carteira profissional, as férias remuneradas. As leis trabalhistas foram reunidas, em 1943, na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), regulamentando asrelações entre patrões e empregados. A aproximação de Vargas junto à classe trabalhadora urbana originou, no Brasil, o populismo – forma de manipulação do trabalhador urbano, onde o atendimento de algumas reivindicações não interfere no controle exercido pela burguesia. Desta maneira havia a relação entre o Estado, elites, e a classe trabalhadora, sempre procurando manter a classe menos favorecida(classe trabalhadora) controlável aos objetivos da elite para o desenvolvimento do Estado.
No período de JK o lema do governo era fazer o Brasil progredir 50 anos em 5. O lema traduz bem o espírito dinâmico e empreendedor do novo presidente. Os gastos com as grandes obras públicas ajudaram a elevar a inflação, prejudicando a classe trabalhadora que reclamava aumentos salariais.Atraídos pelo desenvolvimento industrial, que se concentravam em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, milhões de brasileiros do campo continuavam a vir para as cidades. Queriam um melhor emprego na indústria. Sonhavam com uma vida mais digna e justa. No entanto, a maioria se decepcionava quando chegava às cidades. Trocavam a miséria do campo pela exploração das cidades.
Na tentativa dedesenvolver a região nordestina, Juscelino criou a SUDENE (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste). Ao longo dos anos, pouco resultado significativo se alcançou para transformar o Nordeste em região desenvolvida. Juscelino realizou um governo marcado pela garantia das liberdades democráticas. As diversas correntes políticas manifestavam suas idéias, menos o Partido Comunista, que foi mantidona ilegalidade. Agindo com habilidade, Juscelino procurava evitar os exageros dos radicais de esquerda (comunistas) ou de direita (udenistas). Durante seu governo não houve cidadãos presos por motivos políticos.
Nesse ambiente de democracia, ao final de seu mandato Juscelino fez realizar eleições livres e entregou o poder ao presidente vitorioso, eleito pela oposição. Era Jânio Quadros.De uma forma “democrática” JK não foi muito distindo das relações na Era Vargas.
Afilhado político de Vargas e líder do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Jango, nos meses anteriores, já vinha desempenhando destacado papel como negociador nos conflitos internos do seu partido. Sua atuação também se fez notar na intermediação e aproximação do PTB com os principais sindicatos do país,visando a neutralizar o crescente afastamento das lideranças sindicais do governo Vargas. Contando com essa experiência, Goulart reunia as condições necessárias para ocupar o posto e enfrentar o grande desafio de criar novos canais para uma aproximação maior de Vargas com a classe operária, em especial uma nova militância política que emergia ligada aos comunistas. A indicação de Goulart...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O Estado e a classe trabalhadora no Brasil
  • ESTADO, CLASSE TRABALHADORA E POLÍTICAS SOCIAIS.
  • Reformas do estado e privatização os impasses para a reorganização da classe trabalhadora
  • Estado, classes trabalhadoras e política social no brasil
  • CLASSE TRABALHADORA
  • A Classe trabalhadora
  • Classe trabalhadora
  • A situação da classe trabalhadora na inglaterra

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!