Reforma sanitária e sus-sistema único de saúde

Páginas: 27 (6610 palavras) Publicado: 21 de maio de 2012
14

________________________________________________________

O MOVIMENTO DA REFORMA SANITÁRIA
1. INTRODUÇÃO: Chamamos de movimento sanitário a um conjunto organizado de pessoas e grupos, partidários ou não, articulado ao redor de um projeto. Esse conjunto organizado vem evoluindo do que foi a sua origem intelectuais nas Universidades no período mais negro do autoritarismo – até os dias dehoje, quando o movimento sanitário se “corporifica” na Plenária de Entidades pela saúde na Constituinte. O que foi aprovado no segundo e definitivo turno da constituinte como o capítulo da Seguridade Social da nova Constituição é o coroamento de uma luta do movimento sanitário. E se é certo que a luta mal se inicia, o importante é que ela se reinicia a partir do pressuposto de que Saúde é umdireito de todos e um dever do Estado. O que aparece hoje nas propagandas governamentais e a muitos pode parecer “óbvio” faz parte do que consideramos uma reviravolta na saúde na medida em que transformou em “lugar comum” um direito fundamental do ser humano enquanto um princípio norteador da ação governamental, o que durante muitos anos foi considerado subversivo e impossível, sonho de poetas ecomunistas. Estudar e refleti sobre o movimento sanitário significa conhecer a evolução histórica das três práticas que o caracterizam: a prática teórica (a construção do saber), a prática ideológica (a transformação da consciência) e a prática política (a transformação das relações sociais). Se toda história tem um início, o movimento sanitário enquanto tal teria seu “começo” visível com a criação doCebes – Centro Brasileiro de estudos de Saúde em novembro de 1976. No entanto, quando o Cebes surge em São Paulo, a partir de uma articulação de intelectuais universitários de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, já significa dar concretude organizacional a um conjunto de idéias que vinham sedo trabalhadas teoricamente durante a primeira parte da década de 70. Esse conjunto de idéias, como bemsintetiza Sônia Fleury, está expresso na adoção do conceito de saúde coletiva que é uma área de conhecimento delimitada pela especificidade do seu objeto – o coletivo, e pela metodologia adotada na produção de conhecimentos acerca do mesmo objeto – o método histórico estrutural. O movimento sanitário, então, tem suas origens nos Departamentos de medicina preventiva e outros departamentosuniversitários onde, num processo de crítica ao discurso preventivista, foi construída uma nova abordagem da problemática de saúde, o pensamento médico-social. Essa abordagem passou a ser um ponto de aglutinação, um código de identidade, um discurso que permitia o reconhecimento de um projeto comum. Quando o Cebes é criado, passa a existir uma entidade social civil que se encarrega de divulgar essepensamento e as propostas elaboradas, assim como passa a ser um elemento aglutinador desse conjunto de pessoas e grupos com abordagem similar, crítica e materialista, sobre os problemas de saúde. Esse primeiro período de desenvolvimento do movimento sanitário (19761979) foi caracterizado pela criação do Cebes, pelas lutas sindicais das entidades médicas, por uma ampla e intensa produção intelectual nosmeios acadêmicos, o que consolidou o campo da saúde coletiva no âmbito da saúde pública e pelas primeiras experiências concretas alternativas ao modelo dominante da organização do sistema de saúde. Ao fim desse primeiro momento, o movimento já havia crescido. Os intelectuais, professores e pesquisadores passaram, a través do Cebes a relacionar-se com outros movimentos: além do movimento estudantilque é do próprio âmbito universitário, também com os movimentos corporativos, com os demais movimentos sindicais, com o movimento popular e num momento seguinte, como segmentos da burocracia governamental setorial. Em 1979 inicia-se uma segunda fase para o movimento sanitário, cujo marco foi a realização do I Simpósio sobre política Nacional de Saúde da comissão de Saúde da Câmara dos Deputados....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A Reforma Sanitária e o Sistema Unico de Saúde
  • A REFORMA SANITÁRIA O SISTEMA UNICO DE SAUDE NO BRASIL
  • Sistema Único de Saúde (SUS)
  • Sistema único de saúde (sus)
  • Sistema único de saúde (sus)
  • O Sistema Único de Saúde (SUS)
  • SUS Sistema único de saúde
  • SISTEMA UNICO DE SAUDE-SUS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!