reforma religiosa

Páginas: 5 (1112 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
Educação religiosa reformada: A reforma Protestante criticava a Igreja medieval e propunha o retorno às origens, pela consulta direta ao texto bíblico, sem a intermediação dos padres, estabelecida pela tradição cristã católica. Surgiu a característica humanista de defesa da personalidade autônoma, que repudiava a hierarquia, para restabelecer o vínculo direto entre Deus e o fiel. Ao dar iguaiscondições de leitura e interpretação da bíblia a todos, a educação tornou-se importante instrumento para a divulgação da reforma. É bem verdade que nessa proposta havia uma nítida distinção: para as camadas trabalhadoras, uma educação primária elementar, enquanto para as privilegiadas era reservado o ensino médio e superior. Apesar disso, Lutero defendia a Educação universal e pública,solicitando às autoridades oficiais que assumissem essa tarefa, por considerá-la competência do Estado.
De acordo com o espírito humanista, Lutero criticava o recurso a castigos, bem como o verbalismo da Escolástica. Propôs jogos, exercícios físicos, musica – seus corais eram famosos - , valorizou os conteúdos literários e recomendava o estudo dehistória e da matemáticas.
A educação proposta pelos protestantes sofreu ainda a influência de Calvino (1509-1564), teólogo francês que atuou no seu país e em Genebra, Suíça.

Reação Católica: O colégio dos Jesuítas. Aqui daremos maior atenção ao colégio dos jesuítas devido à influencia que exerceu não só na concepção da escola tradicional européiacomo também na formação do brasileiro, embora como veremos, outras ordens tenham dado sua contribuição.
Para tanto os jesuítas se espalharam pelo mundo, desde a Europa, assolada pelas heresias, até a Ásia, a África e a América. Daí o traço marcante da influência dos jesuítas, a ação pedagógica que formou inúmeras gerações de estudantes, durante mais de duzentos anos (de 1540 a 1773).
Para seter uma idéia da extensão desse trabalho, em 1579 a Ordem possuía 144 colégios espelhados pelo mundo, número que chegou a 669 em 1749.

A pedagogia Realista

O século do método Desde o Renascimento, muitos opunham ao critério da fé e da revelação a capacidade da razão humana de discernir, distinguir e comparar. A grande novidade da nova ciência foi a valorização da técnica, ao privilegiar ométodo experimenta, mérito que coube a Galileu Galilei (1564-1642). Galileu valorizou a experiência e o testemunho dos sentidos. Seu método resultou do feliz encontro da experimentação com a matemática, da ciência com a técnica. Tais procedimentos não provocaram simples evolução na ciência, mas uma verdadeira ruptura com a tradição, decorrente da nova linguagem científica, de um novo paradigma. Aciência deixa de ser um saber contemplativo para que, afinal, indissoluvelmente ligada à técnica, servisse à nova classe. Com resultado dessa interdependência entre ciência e técnica, a ação humana sobre a natureza foi ampliada: chama-se ideal bacomano a concepção do filósofo Francis Bacon 1561-1626, para quem o “conhecimento é poder”, poder de controle científico sobre a natureza.Educação Religiosa No século XVII, os esforços para institucionalizar a escola, iniciados no século anterior, aperfeiçoaram-se com a legislação que contemplou tópicos referentes à obrigatoriedade, aos programas, níveis e métodos.
A companhia de Jesus continuava atuante e entraria no século seguinte com mais de seiscentos colégios espalhados pelo mundo. Apesar de organizados e competentes os jesuítasrepresentavam o ensino tradicional mais conservado. Como vimos no capítulo anterior, eles tomavam por base a Escolástica medieval e a ciência aristotélica desprezando o ensino de ciências e filosofia modernas, além de enfatizarem o ensino de latim e da retórica. Ensinavam o francês e outras línguas modernas, além do latim: estudavam história e geografia com o uso de mapas: encorajavam...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Reforma Religiosa
  • Reforma Religiosa
  • A Reforma Religiosa
  • Reforma e contra reforma religiosa
  • Reforma Religiosa
  • As reformas religiosas
  • reformas religiosas
  • Reforma religiosa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!