Reflexões sobre a educação atual

Páginas: 6 (1420 palavras) Publicado: 21 de junho de 2012
ARTIGO

ARTIGO PROf. COsmO JuvelA

Criança, motor, direção e freio. Reflexões sobre a educação atual.
Crédito Fotos: Isabela Mekitarian

Q

• Prof. Cosmo Juvela - Dirige a Meca Editora há mais de 40 anos, sempre buscando atualizar suas obras do ponto de vista conceitual e prático.
68 | Revista Prefeitos de São Paulo

uando Carl Benz inventou o automóvel, no século XIX, trêscomponentes foram indispensáveis para que a “coisa” funcionasse: naturalmente o motor a explosão, que motivou a criação, a direção, que norteava o veículo e, é claro, um freio, por motivos óbvios. Muita tecnologia vem se acrescentando ao automóvel desde então, mas a base do invento continua tão indispensável como quando de sua criação: motor, direção e freios, pois toda força, para ser bem aproveitada eprodutiva, deve ser conduzida com direção e, às vezes, por freios. A força interior que caracteriza a criança e o jovem é o motor que os impulsiona em busca de experiências e aventuras, sempre prontos para exibir suas aptidões e mostrar o quanto podem. Por desconhecerem, face à inexperiência, a ponderação e o equilíbrio, ou seja, o freio e a direção, raramente colhem bons frutos de suas espontâneasou mal inspiradas iniciativas. A orientação que deve vigiar os impulsos e as atitudes desenfreadas dos jovens, em todos os tempos, sempre foi iniciativa da família, que, afinal de contas, detém o pátrio poder, entre outras coisas para esse fim. Seus membros devem ser o melhor parâmetro/modelo de afeição, respeito, autoafirmação, atitude ética e crítica, características que formarão o caráter dosjovens e que serão exigidas deles no convívio social e profissional. Mas essa condição ideal de formação, baseada na tríade família-criança-

-escola, não tem sido alcançada. Prova disso é que, nas últimas décadas, certo afastamento da família do compromisso com a formação de crianças e jovens e, por outro lado, a falta de um consenso que coloque a educação como prioridade social e política, têmdado origem a uma juventude desprovida de direção e de freios. Constata-se, por outro lado, que hoje o ambiente de estudo que caracteriza as escolas e envolve e motiva o aluno raramente é o mesmo encontrado por ele em sua casa. Sem estímulos para a leitura e a pesquisa, o tempo da criança e do jovem, fora da escola, é preenchido pelas mídias eletrônicas, que divertem, não educam e invariavelmentedeseducam. Dessa forma, o sofisticado e irresistível apelo eletrônico disponível e escancarado ao jovem, ávido de novidades e desafios, tem ocupado grande parte de seu tempo, que décadas atrás só poderia ser preenchido pelo estudo e pela leitura e, em seu tempo, também, pelas atividades lúdicas e esportivas. Quando um casal é brindado com a chegada de um bebê, juntamente com o encantamento e afelicidade vem uma indisfarçável expectativa. Por ser tão frágil e dependente, o recém-chegado é alvo de todos os cuidados para que seu crescimento seja o mais saudável possível. Tudo é feito zelosamente para o seu desenvolvimento. Aos poucos o novo membro da família vai se tornando independente, sempre com o amparo dos pais. De repente, no fim da primeira infância, a criaturinha

demonstra certahabilidade no manuseio de algum objeto eletrônico, até com uma desenvoltura que os próprios pais não têm. Com essa precoce habilidade, se credencia, com a cumplicidade dos pais, a obter e utilizar todos os aparelhos eletrônicos disponíveis no mercado. Ainda criança, passa a usar e abusar dos videogames, do celular, da internet, dos programas de TV, invariavelmente sem a assessoria e vigilância dospais, pois, afinal, com essa desenvoltura parece prescindir de orientação e direção. Assim, do nada, nasce um geniozinho! Um gênio desassistido. Mas, o recém-guindado à condição de gênio tem outra e verdadeira característica, natural de sua idade: É ingênuo. Trata-se, portanto de um ingênio! Essa natural ingenuidade vai submetê-lo a todo tipo de agressão, que pode surgir dos games, em que a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Reflexões sobre a Educação
  • Reflexões sobre educação infantil
  • Reflexões sobre a educação inclusiva
  • Reflexões sobre a etnografia na educação.
  • Reflexões sobre a Educação Inclusiva.
  • Reflexões sobre educação
  • Reflexões sobre educação em direitos humanos
  • Reflexões sobre a Educação Física na Educação Infantil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!