Reflexão dialógica com vistas ao planejamento familiar para as gestantes cadastradas no cras do município de peixe – to.

Páginas: 11 (2572 palavras) Publicado: 6 de abril de 2013
REFLEXÃO DIALÓGICA COM VISTAS AO PLANEJAMENTO FAMILIAR PARA AS GESTANTES CADASTRADAS NO CRAS DO MUNICÍPIO DE PEIXE – TO.

1. APRESENTAÇÃO

Consoante as Orientações Técnicas do CRAS (2009), a Instituição é um pólo de referência, estatal e tem os serviços organizados pelo nível da Proteção Social Básica. A área de abrangência é municipal, de gestão inicial e básica de pequeno porte.Oferece o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF); Programa Social Básico (PSB); Beneficio de Prestação Continuada (BPC); Programa Bolsa-Família; Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) e Carteira do Idoso. Objetiva o fortalecimento dos vínculos familiares, comunitários e sociais contribuindo na melhoria da qualidade de vida favorecendo a inclusão social; prevenir aocorrência de situações de vulnerabilidade e riscos sociais, por meio do desenvolvimento de suas potencialidades.
Assim posto, o presente documento expõe o projeto de Intervenção da disciplina Estágio Supervisionado III, que será realizado no Centro de Referência de Assistência Social – CRAS, localizado na Av. Lacerda n°482 L. 02 Q 03, Centro-Peixe-TO. que foi implantado em outubro de 2009, após apercepção em garantir e promover cidadãos que se encontravam em vulnerabilidade social, conforme os direitos constitucionais, através da Prefeita Neila Pereira dos Santos, tendo responsável a Secretária de Ação Social, Haydée Ribeiro Louça.
O Projeto de Intervenção: Reflexão dialógica com vistas ao Planejamento Familiar para as gestantes cadastradas no CRAS do Município de Peixe – TO, buscaproporcionar informações sobre a importância do planejamento familiar, dos métodos contraceptivos visando a maternidade e paternidade consciente e com responsabilidade quanto ao número de filhos e a qualidade de vida econômica e social da família. Este, visa amenizar a situação do problema encontrado, onde se questiona: A falta de planejamento familiar eleva os índices de gravidez nas famílias emvulnerabilidade social, cadastradas no CRAS? Tem como público alvo 11 (onze) gestantes carentes com idade entre 15 a 32 anos.

2. JUSTIFICATIVA
Com vista à compreensão do sobre ao planejamento familiar, faz-se necessário ressaltar a importância da educação e da saúde na vida do ser humano. Uma nação eficiente nessas áreas disponibiliza melhores condiçõespara que as mulheres possam optar quanto ao número de filhos e sobre os cuidados relativos à saúde que são obrigatórios. O conhecimento é o fator crucial que eleva a compreensão sobre as taxas de mortalidade, aumento da expectativa de vida. Contudo, sempre há casos de gravidez acidental especialmente na adolescência o que compromete a formação educação e profissional da mãe jovem, levando-asmuitas vezes para a vulnerabilidade social.
Sobre a vulnerabilidade social, Katzman apud Brasil1, a vulnerabilidade de um indivíduo, família ou grupos sociais diz respeito à maior ou menor capacidade de controlar as forças que afetam seu bem-estar, ou seja, os recursos para o aproveitamento das oportunidades propiciadas pelo Estado, mercado ou sociedade. A vulnerabilidade na família envolve asquestões de moradia, alimentação, de bens de consumo, grau de escolaridade, limitação da liberdade de expressão. Fatores que elevam o índice populacional em função ao não planejamento familiar.
A Constituição Federal, Art. 226 Inciso 7º, trata do planejamento familiar. Como forma de regular o mesmo , foi criada a Lei 9.263, de 12 de janeiro de 1996, em seu Art. 1º rege que “planejamento familiar édireito de todo cidadão, observado o disposto nesta Lei”.
Conforme Silva (2000), a crescente queda da fecundidade acontece em todo o país, embora em diferentes proporções, atinge várias classes sociais, expressando o uso de anticoncepcionais (IBGE, 1991/1996). Assim o uso do método contraceptível tem influenciado para a redução do índice populacional.
Giffin (1992.p.103) argumenta que...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • gestante no cras
  • Contradições no atendimento às gestantes nos cras
  • projeto gestantes CRAS
  • Relatorio final com gestante do cras
  • Planejamento familiar
  • Planejamento familiar
  • Planejamento familiar
  • Planejamento familiar

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!