reflexão de uma notícia

Páginas: 7 (1516 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Introdução
O objetivo deste trabalho é apresentar sobre uma notícia e relacioná-lá com os
conceitos de alguns filósofos. A notícia trata sobre a violência policial no Brasil, relacionando
à ditadura. E usaremos os conceitos dos filósofos, Michael Foulcault e Karl Marx sobre a
filosofia política.

Notícia:

Polícia trata cidadão como potencial
inimigo, como na ditadura, diz coronelFabiana Maranhão, do UOL, em São Paulo, 09/04/2014

As polícias, em especial a Polícia Militar, tratam atualmente parte da população brasileira
como um potencial inimigo, assim como acontecia nos anos em que vigorou a ditadura militar
no país (1964-1985). A avaliação foi feita pelo tenente-coronel reformado da PM de São
Paulo Adilson Paes de Souza em entrevista ao UOL.
"Eu creio que determinadaspessoas, com determinado histórico de vida, que vivem em
determinadas regiões, onde o índice de criminalidade é alto, são tidas como potenciais
inimigos da sociedade. Existe a lógica do conflito, do confronto", analisa o policial que
criticou a violência policial em seu livro "O Guardião da Cidade".
A publicação é fruto de um mestrado que ele fez na USP (Universidade de São Paulo). Poucosanos antes de se aposentar, ele decidiu estudar o tema que o incomodou durante os 30 anos em
que esteve na corporação. "Eu queria saber por que a PM apresentava índices altos de
violência em comparação com todas as polícias do mundo. Por que números elevados?", se
questionava.
O livro traz o depoimento de quatro ex-PMs que foram presos por homicídio, cumpriram pena
e foram expulsos dacorporação. Em comum, eles têm o discurso de que "bandido bom é
bandido morto".
"Um deles falou: trabalhar na rua é estar em um campo de batalha, e em um campo de batalha
você trabalha com a questão do inimigo. Não peça para eu interceder pela vida do inimigo.
Ou eu o elimino ou ele me elimina", relata o tenente-coronel.
Paes de Souza explica que durante o regime ditatorial, o Estado considerava como"inimigo"
os "subversivos, terroristas e militantes de esquerda, que deviam ser combatidos e até mesmo
eliminados".

"Com a dita redemocratização do país, o inimigo passou, não é mais o subversivo, passou a
ser determinadas pessoas de determinadas classes sociais que habitam determinadas regiões
do país ou determinadas regiões das grandes metrópoles. Houve essa transferência do inimigointerno", avalia.
Violência policial
O reflexo dessa visão de que o cidadão é um potencial inimigo do Estado está nas ruas. A
polícia brasileira é uma das que mais matam no mundo e cenas de violência policial se
repetem a cada manifestação popular.
Em dez anos, entre 2003 e 2012, ao menos 18 mil pessoas foram mortas pelas polícias em
todo o país, segundo pesquisa feita pelo Fórum Brasileiro deSegurança Pública. Mas esse
número certamente é maior já que nem todas as secretarias de segurança forneceram dados
sobre a letalidade policial em seus Estados ao longo desse tempo.
"Em uma breve comparação com dados internacionais, verificamos que as polícias brasileiras
matam mais do que a de países com índices de criminalidade similares, ou até piores que o
brasileiro, como é o caso deMéxico, África do Sul e Venezuela", analisam pesquisadores do
fórum.
Entre junho e dezembro do ano passado, cerca de 1.700 pessoas foram detidas em
manifestações no país. De junho de 2013 até o começo de abril, em torno de 20 morreram
durante protestos, de acordo com levantamento realizado pela ONG Justiça Global. Segundo a
mesma entidade, nenhum policial foi responsabilizado por possíveis abusosnesse período.
Heranças da ditadura militar
Essa violência policial observada nos dias de hoje é herança do regime militar, na opinião do
tenente-coronel Adilson Paes de Souza. Segundo ele, o sistema de segurança pública atual "é
o mesmo da ditadura", que ainda se guia pelo que preconiza a doutrina de Segurança
Nacional. Surgida nos Estados Unidos no contexto da Guerra Fria, a doutrina...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo de Noticia e Reflexao Critica
  • Notícia
  • Noticia
  • Noticia
  • noticias
  • Notícias
  • Notícia
  • notícia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!