Reflexão crítica sobre o conto infantil: “Os três porquinhos.”

Páginas: 11 (2680 palavras) Publicado: 7 de janeiro de 2014
Reflexão crítica sobre o conto infantil: “Os três porquinhos.”

Três porquinhos irmãos foram morar numa floresta. E para se proteger dos lobos decidiram construir suas casas. O mais novinho só queria brincar, fez rapidinho uma casinha de palha e saiu a passear. O do meio gostava de tocar flauta. Então, fez uma casinha de madeira e saiu para to-car. O mais velho, prevenido, gastou todo o seutempo fazendo uma linda casa de tijolos. À noite o lobo resolveu atacar. E num só sopro, derrubou a casinha de palha. O porquinho correu para a casa de madeira do irmão, mas o lobo derrubou esta também. Os dois porquinhos foram à casa do irmão mais velho e ficaram quietinhos esperando. O lobo chegou e soprou, soprou, soprou, mas não conseguiu derrubar a casa. O lobo tentou entrar pela chaminé dalareira, mas os porquinhos prevenidos acenderam ali uma fogueira. Quando o lobo chegou perto, chamuscou o rabo no fogo e saiu correndo feito louco e nunca mais voltou. (Contos Clássicos, 2002)
O conto infantil “Os três porquinhos” é repleto das mais diversas condições sociais vividas dentro de um contexto que reforça o atual Capitalismo em suas contradições, desigualdades e que faz a alusão de umpreparo desde a mais tenra idade para o investimento no tempo, na mão de obra voltada para o trabalho, que sustenta este modelo em que vivemos.
Num primeiro momento da história a mãe dos três irmãos porcos, os convida educadamente a seguirem suas vidas de maneira independente e o que fará valer esta independência será a construção de suas casas. Para que essa realização se concretize algunspercalços estarão presentes no caminho. Chamamos, porém atenção para o seguinte fato: Qual é a real importância de uma casa? O que nos quer dizer esta analogia entre casa e independência?
A nossa casa diz muito sobre nós mesmos, mostra a condição social em que vivemos, a que grupo pertencemos, o que temos e não temos, mostra o nosso comportamento, intimidade, enfim, a casa é a prova de como é a nossavida. É também na nossa casa que nos abrigamos, ela é o nosso território e nos dias atuais, ter uma casa é sinônimo de independência, pois quando não moramos numa casa que não é nossa, demonstramos dependência por algo que não nos pertence. Quando a mãe porca lança os três porquinhos para fora da sua casa, ela propõe a eles a busca por suas próprias identidades e por suas responsabilidades,mostrando que a infância acabou naquele momento para eles, daquele dia em diante, eles teriam que correr atrás dos seus próprios objetivos.
Vivemos numa sociedade injusta, que não prepara os indivíduos para a vida, onde o profissional, o cidadão, o estudante, não foi preparado para ser considerado um ser crítico, pensante, sendo lançado sem o preparo intelectual necessário, pois assim a mão de obratorna-se mais barata, será custoso sim, aprender sem as ferramentas necessárias, mas para quem foi lançado, sem a menor capacidade. A mãe representa bem a despreocupação com seus filhos, que saíram de casa sem nada pronto, eles próprios tiveram que construir suas vidas, sem oportunidades, sem expectativas, apenas com a única coisa que realmente poderiam chamar de sua: A força de trabalho.
A casade cada um deles na história sugere o nível de amadurecimento, um amadurecimento esperado pela sociedade, onde o melhor e mais inteligente não é o que constrói primeiro a sua casa, mas sim, aquele que a constrói com mais resistência. Construir o que é esperado socialmente demanda tempo, tanto tempo que a vida adulta não é capaz de suprir, e por isso é que se deve começar desde pequeno, nainfância. O brincar na história é sinônimo de tempo mal aproveitado, desperdiçado, ser criança é ser inconseqüente, pois ao brincar não se pensa no futuro.
Dentro de uma perspectiva capitalista cada porquinho sugere um tipo de criança, ou melhor, de futuro adulto. O primeiro porquinho constrói de maneira rápida uma casa de palha. A palha foi encontrada facilmente, sem muito esforço, pois o objetivo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Análise do conto infantil os três porquinhos
  • Historia infantil os tres porquinhos
  • Reflexão crítica sobre o inconsciente
  • Reflexão critica sobre o SUS
  • REFLEXÃO SOBRE A EDUCAÇÃO INFANTIL
  • Reflexão sobre o brincar infantil
  • uma reflexão sobre o stress infantil
  • Reflexão sobre escuta infantil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!