Refino de petróleo - processos de conversão

Páginas: 11 (2691 palavras) Publicado: 3 de abril de 2011
MICROLINS – FORMAÇÃO PROFISSIONAL CAPACITAÇÃO EM INDÚSTRIA DE PETRÓLEO E GÁS

PROCESSOS DE CONVERSÃO

ANDRÉA ELIAS FÁBIO

Recife-PE 2011

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO

03

2. CRAQUEAMENTO CATALÍTICO

04

3. HIDROCRAQUEAMENTO CATALÍTICO

06

4. HIDROCRAQUEAMENTO CATALÍTICO BRANDO

08

5. ALCOILAÇÃO CATALÍTICA

09

6. REFORMA CATALÍTICA

10

7. CRAQUEAMENTO TÉRMICO12

8. VISCORREDUÇÃO

13

9. COQUEAMENTO RETARDADO

14

10. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

16

2

1. INTRODUÇÃO

Os processos de conversão são de natureza química e visam transformar uma fração em outra(s), ou alterar profundamente a constituição molecular de uma dada fração, de forma a melhorar sua qualidade, valorizando-a. Isto pode ser conseguido através de reações de quebra,reagrupamento ou reestruturação molecular.

As reações específicas de cada processo são conseguidas por ação conjugada de temperatura e pressão sobre os cortes, sendo bastante freqüente também a presença de um agente promotor de reação, denominado catalisador. Conforme a presença ou ausência deste agente, pode se classificar os processos de conversão em dois subgrupos: catalíticos ou nãocatalíticos.

É importante ressaltar que, devido às alterações químicas processadas, os produtos que saem desses processos, se misturados, não reconstituem a carga original.

Processos de conversão são, em geral, de elevada rentabilidade, principalmente quando transformam frações de baixo valor comercial (gasóleos, resíduos) em outras de maiores valores (GLP, naftas, querosenes e diesel).

De formasimilar aos processos de separação, os de conversão apresentam, também como característica, elevado investimento para suas implantações, no entanto principalmente os processos de craqueamento térmico ou catalítico apresentam curto tempo de retorno do capital investido. Em alguns casos, o retorno do capital pode ocorrer em cerca de um ano apenas. Como exemplo destes processos, podem ser citados oCraqueamento Catalítico, o Hidrocraqueamento (Catalítico e Catalítico Brando), a Alcoilação, a Reformação e a Isomerização, todos catalíticos. Dentre os não catalíticos, podemos citar processos térmicos tais como: o Craqueamento Térmico, a Viscorredução, o Coqueamento Retardado ou Fluido. Cabe ressaltar que a Alcoilação e a Reformação são processos de síntese e rearranjo molecular,respectivamente, enquanto os outros exemplos aqui abordados são de craqueamento.

3

2. CRAQUEAMENTO CATALÍTICO

O craqueamento catalítico é um processo de quebra molecular. Sua carga é uma mistura de gasóleo de vácuo e óleo desasfaltado, que, submetida a condições bastante severas em presença do catalisador, é transformada em várias outras frações mais leves, produzindo gás combustível, gásliquefeito, nafta, gasóleo leve (diesel de craqueamento) e gasóleo pesado de craqueamento (óleo combustível). As reações produzem também coque, que se deposita no catalisador e é queimado quando na regeneração desse último, gerando gás de combustão, de alto conteúdo energético, usado na geração de vapor d’água de alta pressão.

O processo surgiu um pouco antes da segunda guerra mundial, tomando umnotável impulso com este conflito, em face à grande necessidade dos aliados em relação a suprimentos de gasolina e material petroquímico para suas tropas.

Com o fim da guerra, o craqueamento catalítico firmou-se, devido, principalmente, à produção de nafta, em maior quantidade, de melhor qualidade e com custos de produção bem inferiores aos outros processos existentes na época.

É um processodestinado, por excelência, à produção de nafta de alta octanagem, o derivado que aparece em maior quantidade, de 50 a 65% do volume em relação à carga processada.

O segundo derivado em maior proporção é o GLP, de 25 a 40 % do volume em relação à carga. Em menores rendimentos, temos também o óleo diesel de craqueamento (LCO), o óleo combustível de craqueamento (óleo decantado/clarificado), o gás...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Processo de tratamentos do refino do petróleo
  • Processo de Refino do Petróleo
  • utilização da água no processo de refino do petróleo
  • Processos de refino de petróleo e processamento de gás natural
  • TRATAMENTO PARA REDUÇÃO DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA – PROCESSO DE REFINO DO PETRÓLEO
  • Refino de Petróleo
  • Refino do petróleo
  • Refino de Petroléo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!