Redes Carlos Eduardo Bloemker

Páginas: 40 (9815 palavras) Publicado: 19 de junho de 2015
SISTEMA AUTÔNOMO: MIGRAÇÃO E CONTROLE
Carlos Eduardo Bloemker
Alexandre Timm Vieira – Orientador
Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) – Graduação de Tecnologia em Redes de Computadores – Campus Canoas
Av. Farroupilha, 8.001 – Bairro São Luís – CEP 92420-280 – Canoas – RS

29 de novembro de 2010

RESUMO
Neste trabalho pretende-se introduziras tecnologias relacionadas ao tema, propondo uma estratégia com as
melhores formas de planejar e implementar práticas de gerenciamento em um Backbone IP, alinhada à necessidade de
roteamento dinâmico com acordos unilaterais de tráfego baseados em regras não-técnicas e topologias arbitrárias, na
migração de uma entidade que têm a sua comunicação com a Internet dentro de um Sistema Autônomo,passando a
ser um Sistema Autônomo. Sugerir uma metodologia a ser seguida, elaborada com o auxilio do Cobit (Control
Objectives for Information and related Technology), propondo etapas nesse processo migratório.
Palavras-chave: Sistemas Autônomos, Border Gateway Protocol(BGP), Internet Protocol(IP)

ABSTRACT
Title: “Autonomous System: Migration and Control”

This work is intended to introduce thetechnologies related to the topic, proposing a strategy on how best
to plan and implement management practices in an IP Backbone, aligned to the need for dynamic routing
of traffic with unilateral agreements based on non-technical rules and arbitrary topologies, in the
migration of an entity that has its communication with the Internet within an Autonomous System (IntraAS routing), becoming anAutonomous System (Inter-AS routing). Suggest a methodology to be followed,
prepared with the help of the Cobit (Control Objectives for Information and related Technology),
proposing steps in the migration process.
Key-words: Autonomous System, BGP, IP.

1

INTRODUÇÃO

A imersão das entidades na Internet, que se tornou ferramenta essencial nos processos das empresas,
trouxe consigo a constante necessidadede crescimento computacional. Seja com atualização de infraestrutura, aumento de poder computacional e até grandes larguras de banda, esse processo de evolução é
pertinente em qualquer corporação. Nessas entidades o aumento de consumo da Internet é exponencial,
apressando essa necessidade de crescimento. (COMER, 2000)
Na sua maioria, as grandes empresas utilizam enlaces dedicados oferecidos pelasoperadoras de
telecomunicações para “chegar” à Internet, e para endereçar os hosts, utilizam endereços IP fornecidos pela
própria operadora. Operadoras de telecomunicação, na prática, são grandes Sistemas Autônomos
(Autonomous System - AS), com backbones distribuídos mundialmente, contribuindo para a malha da
Internet. No intuito de haver contingência, caso haja falhas no serviço fornecido pelaoperadora, essas
entidades passam a agregar mais enlaces, provenientes de outras operadoras. Mesmo com a agregação de
enlaces, caso haja uma falha em uma das provedoras de acesso, os prefixos de rede provenientes da
operadora em questão se tornam inacessíveis, causando prejuízos às entidades.
A solução para tal problema é se tornar um Sistema Autônomo. Para que uma entidade possa se
tornar um AS, oprocesso deve se justificar técnica e administrativamente. Passando a entidade a lidar
diretamente com a troca de tráfego com outros Sistemas Autônomos, começa a lidar com variáveis ligadas ao
roteamento de borda, que na sua maioria, além de protocolos, são acordos unilaterais baseados em regras não
técnicas.
Considerando essa necessidade, esse trabalho consiste em propor uma metodologia a serseguida
nessa migração, auxiliando o administrador. Através de algumas etapas, em que a aplicabilidade é facilitada
com auxílio de frameworks, como o Cobit, sugere-se usar: a análise de situação atual, pré-requisitos,
mudanças e riscos envolvidos, o tratamento com fornecedores, acordos e custos operacionais,
implementação, configuração e liberação.
1

Nas seções a seguir serão abordados conceitos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Carlos Eduardo
  • Projeto Carlos Eduardo
  • TCC Carlos Eduardo
  • Trabalho Carlos Eduardo Sustentabilidade
  • Trabalho carlos eduardo
  • Tcc Carlos Eduardo Rech
  • UNIVERSIDADE PAULISTA Carlos Eduardo Da Silva
  • Rsenha

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!