reanimação

Páginas: 14 (3262 palavras) Publicado: 22 de setembro de 2015
Existem três tipos de doença hemorrágica do recém-nascido:
1. Uma de início precoce (nas primeiras 24h de vida), geralmente associada ao consumo, pela mãe, durante a gestação, de medicamentos que interferem no metabolismo da vit K (alguns medicamentos para tratar/prevenir convulsões, por exemplo);
2. A clássica, mais comum, que ocorre em geral entre 1 e 7 dias de vida, mais frequente em bebêsque já apresentavam algum problema de saúde ao nascer ou que demoraram a estabelecer a alimentação adequada;
3. E a tardia, depois da primeira semana até 6 meses de vida (sendo mais comum entre 1 e 3 meses), tipo mais comum em crianças que tem problemas hepáticos ou outras dificuldades patológicas de absorver os nutrientes da alimentação.















 Ressuscitação do Recém-Nascido

Boyd W.Goetzman

Aproximadamente 15% de todos os recém-nascidos apresentam algum grau de depressão cardiorrespiratória (freqüência cardíaca < 100 bpm, hipotensão, hipoventilação ou apnéia) na sala de parto. Esses recém-nascidos estão em risco de vida ou de lesões permanentes do sistema nervoso central. Equipes adequadamente treinadas em salas de parto bem equipadas são essenciais para a previsão, oreconhecimento e o tratamento de recém-nascidos com depressão respiratória.

I. Etiologia da Depressão Cardiorrespiratória

Embora a causa da depressão cardiorrespiratória freqüentemente seja desconhecida, devem-se procurar evidências de algumas etiologias.

A. Drogas. Com poucas exceções, as drogas anestésicas e analgésicas utilizadas em obstetrícia não atravessam a placenta, tendo o potencial de causardepressão respiratória central em fetos e recém-nascidos. Entretanto, essa forma de depressão raramente é grave, podendo ser tratada efetivamente com a ventilação assistida.

B. Traumas. O trabalho de parto rápido, extrações a fórcipe alto ou médio e apresentações pélvicas podem ser responsáveis por hemorragias ou lesões intracranianas. Essa forma de depressão tem diminuído em anos recentes, emparte devido ao uso mais freqüente da cesariana para apresentações pélvicas e ao abandono da aplicação de fórcipe alto.

C. Hemorragias. A perda de sangue fetal dentro da mãe, para um gêmeo ou por rotura do cordão ou de um vaso umbilical, pode ser suficientemente grave para requerer ressuscitação imediata e expansão do volume sangüíneo.

D. Doenças intrínsecas cardíacas, pulmonares ou do sistemanervoso central. Anomalias ou infecções fetais do coração, pulmões ou cérebro podem produzir recém-nascidos com depressão cardiorrespiratória, com grande risco de mortalidade.

Asfixia. Uma causa considerada freqüente de depressão cardiorrespiratória é a asfixia (diminuição da tensão de oxigênio e do pH e aumento da tensão de dióxido de carbono). Algumas condições associadas à asfixia fetal sãoprevisíveis e potencialmente passíveis de prevenção antes do nascimento da criança. Elas incluem condições maternas, tais como diabetes melito, toxemia, isoimunização Rh, hemorragias antes do parto e uso de drogas; condições intraparto, como prolapso do cordão, hipotensão materna e apresentação pélvica; e condições fetais, como prematuridade, líquido amniótico tinto por mecônio e o segundo dos gêmeos. Umfator comum é a troca periférica de oxigênio e dióxido de carbono através da placenta, que se apresenta ainda mais comprometida durante o trabalho de parto.

1. Fisiologia. A asfixia aguda total de animais recém-nascidos por até 15 minutos pode ser seguida de uma efetiva ressuscitação. Os danos cerebrais nos sobreviventes são raros e limitados ao tronco cerebral. A asfixia crônica parcial de fetosprimatas não-humanos por períodos de três a quatro horas seguida de ressuscitação pode reproduzir a evolução clínica e as lesões do sistema nervoso central observadas em bebês humanos após uma grave asfixia intraparto. A manutenção da perfusão cerebral e a disponibilidade de glicose para a conversão a ácido lático durante a asfixia parecem ser fatores importantes na produção de lesões...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • reanimação neonatal
  • reanimação cardiopulmonar
  • Reanimação neonatal
  • Reanimacao neonatal
  • REANIMAÇAO CARDIOPULMONAR
  • reanimação neonatal
  • Reanimação neonatal
  • Reanimação neonatal

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!