Questões

Páginas: 10 (2417 palavras) Publicado: 23 de março de 2012
Módulo Disciplina Professor 1.1 Língua Portuguesa Luís Cláudio Dallier Aula Tema 3 Texto Argumentativo Data da Postagem Data de Entrega Nome do Aluno

ATIVIDADE AVALIATIVA 1

Leia os textos e responda as questões que estão propostas.

I-

A partir do texto “O conceito de erro em língua”, de Ernani Terra, responda as questões a seguir.

O conceito de erro em Língua
(*Ernani Terra ) Nãodevemos pensar na língua como algo que se polariza entre o "certo" e o "errado". Visto que existem vários níveis de fala, o conceito do que é "certo" ou "errado" em língua deve ser considerado sob esse prisma. Na verdade, devemos falar em linguagem adequada. Tome-se como parâmetro a vestimenta. Qual seria a roupa "certa": terno e gravata, ou camiseta, sandália e bermuda? Evidentemente, você vaidizer que depende da situação: numa festa de gala, deveremos usar o terno e a gravata. Já, jogando bola com amigos na praia, estaremos utilizando bermuda e camiseta. Veja que não existe a roupa "certa", existe, isto sim, o traje adequado. Poderíamos dizer que "errado" seria comparecer a uma festa de gala vestido de camiseta e bermuda. Com a linguagem não é diferente. Não devemos pensar na línguacomo algo que se polariza entre o "certo" e o "errado". Temos de pensar a linguagem sob o prisma da adequação. Numa situação de caráter informal, como num bate-papo descontraído entre amigos, é "certo", isto é, é adequado que se utilize a língua de maneira espontânea, em seu nível coloquial, portanto. Já numa situação formal, como num discurso de formatura, por exemplo, não seria "certo", isto é, nãoseria adequado utilizar-se a língua em sua forma coloquial. Tal situação exige não somente uma vestimenta, mas também uma linguagem adequada. Porém, será que é esta visão que a escola nos passa acerca do que é certo ou errado em matéria de língua? Na maioria das escolas, cremos que isso não ocorra. O grande problema é que a norma gramatical é posta como um imperativo categórico, isto é, ela nãodiz o que você deve fazer nesta ou naquela situação, ela diz como você deve se portar em todas as situações. Quantas vezes fomos advertidos de que uma determinada construção estava "errada", sem que se levasse em conta o contexto em que ela aparecia? A escola, por privilegiar o ensino da gramática normativa, encara o "erro" como tudo aquilo que se desvia da norma. Se a norma estabelece que não sedeve usar o verbo ter impessoalmente, isto é, substituindo o verbo haver no sentido de existir, construções como: "Tem dois alunos jogando bola", "Tinha uma mulher na biblioteca" são consideradas erradas pela maioria dos professores, independentemente do contexto em que são utilizadas. É praxe pedir que as corrijam para: "Há dois alunos jogando bola", "Havia uma mulher na biblioteca". Tal correçãomuitas vezes nos soa estranha, porque baseamos o julgamento daquilo que é certo ou errado naquilo que comumente ouvimos. E, como ouvimos constantemente o verbo ter empregado daquela forma, tendemos a julgar construções em que ele aparece impessoalmente como corretas. E, por encontrarmos, mesmo em bons autores, aquele tipo de construção, é difícil aceitá-las como incorretas. Veja, a propósito,construções utilizadas por dois grandes autores de língua portuguesa: No meio do caminho tinha ma pedra tinha uma pedra no meio do caminho tinha uma pedra no meio do caminho tinha uma pedra. (Andrade, Carlos Drummond de. "No meio do caminho". In Alguma poesia)

Tem dias que a gente se sente Como quem partiu ou morreu A gente estancou de repente Ou foi o mundo então que cresceu (Chico Buarque -"Roda Viva") A pergunta é inevitável: se o Carlos Drummond de Andrade e o Chico Buarque podem usar o verbo ter no lugar de haver, por que eu também não posso? Nem sempre essa pergunta nos é respondida com exatidão. Respostas evasivas como: "trata-se de uma licença poética", ou "ele pode, mas você não" são comumente usadas. A questão é explicada mostrando-se que se trata de um registro típico da fala...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Questoes
  • Questoes
  • Questões
  • Questoes
  • questoes
  • questões
  • Questoes
  • Questoes

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!