Questão do social do serviço social

Páginas: 7 (1623 palavras) Publicado: 22 de março de 2013
UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO
INSTITUTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS
DEPARTAMENTO DE SERVIÇO SOCIAL
DOCENTE - IVONE MARIA FERREIRA DA SILVA
DISCENTE - LUCÉLIA C. FREITAS LIMA
QUESTÃO SOCIAL DO SES. - 3°. SEM.
CONTEXTUALIZAÇÃO: Londres e Páris no sec. XIX - O espetáculo da pobreza
Maria Stella M. Bresciani

1) Quais personagens Bresciane (2004) se refere ao descrever o cotidianode Londres no séc. XIX?
2) Destaque os conceitos que considera importante no texto.
3) Descreva o cenário da Inglaterra no contexto trabalhado pela autora e comente sobre o mundo do trabalho inglês.
4) Explique o processo de emergência do proletariado e o que a autora está chamando de pobreza proletária.
5) Identifique e descreva a presença de conflitos sociais.
6) Como a classe operáriareage frente às condições de vida e de trabalho na Revolução Industrial e quais as respostas do Estado e da Sociedade?
7) O que Bresciane (op. cit.) define como questão inglesa?
1° resposta:
Para descrever o cotidiano de Londres e Paris no séc. XIX, Bresciani utiliza de observações feitas e analizadas por diversos autores, dentre eles: Victor Hugo, Baudelaire, Zola, Eugene Sue, Charles Dickense Edgar Alan Poe. A análise feita por estes escritores em suas obras Breciani denomina os seus personagens como multidão, segundo a qual relata que esta multidão é composta por velhas estóicas que não reclamam do caos das cidades viventes, o velho que se desdobra em sete velhos, tantas as solicitações sofridas em meio à cidade formigante, plena de sonhos,onde espectros agarram em pleno dia,aqueles que passam. Jannin caracteriza os personagens da multidão fazendo parte os catadores de lixo, prostitutas e ladrões. Victor Hugo caracteriza a multidão como sem nome e encarregada da representação do movimento não domado de uma massa humana cujo componentes se subtraem a qualquer irregularidade visível imediata. Edgar A. Poe, subdivide a multidão em alto grau que compoem os advogados, nobres,mercadores, logistas, agiotas, ascrivão, elegantes batedores de carteira e das camadas mais baixas, os mercadores judeus, moças humildes, prostitutas e vendedores de modinha. Enfim nosso observador Poe, acrescenta ainda: "à proporção que a noite se adensava, mais profundo se torna para mim o interesse da cena, pois não somente o caráter geral da multidão materialmente se alterava (apagando-se suasfeições mais nobres, com a gradativa retirada da parte mais ordeira do povo e pondo-se em maior relevo os mais grosseiros, quando a hora avançada retirava todas as espécies de infâmia do seu antro)".
2° resposta:
No século XIX, houve um acontecimento em Londres e Paris que fora considerado como um evento inquietante, onde milhares de pessoas deslocaram-se para o desempenho do ato cotidiano davida nas grandes cidades, compondo assim, um espetáculo que na época incitou o fascínio e terror. Gestos automáticos e reações instintivas em obdiência a um poder invisível, modelam o fervilahnte desfile de homens e mulheres e conferem à paisagem urbana uma imagem costumeiramente associada a ideias de caos, de turbilhão de ondas, metáforas inspiradoras nas forças incontroláveis da natureza.
Naprimeira metade do séc. XIX, as atividades urbanas haviam perdido qualquer vínculo com o tempo natural, de há muito se encontram subordinadas ao tempo abstrato, ao dia divido em 24 horas. Neste mesmo século, há um aumento das diferenças sociais onde a promiscuidade, a diversão, a agressão fazem com que as pessoas tenham medo. Segundo Shelley, Londres tornou-se uma cidade semelhante ao inferno, porser esfumaçada e populosa. Com todo os tipos de pessoas arruinadas, pouca diversão, justiça e compaixão.
3° resposta:
Bresciane relata que foi no começo do séc. XIX que inicia-se o trabalho, isto é, o surgimento da classe operária, onde podem ser destacados os pobres, trabalhadores mal pagos que se misturam aos ladrões. Há ainda mulheres e crianças semi mortas de fome, e péssimas condições...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Questão Social e Serviço Social
  • Questão social e serviço social
  • Serviço Social e a Questao Social
  • O serviço social e a questão social
  • Questão Social e Serviço Social
  • A questão social no serviço social
  • Questão Social e Serviço Social
  • Questão Social e Serviço Social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!