Quem merece o que

Páginas: 5 (1092 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Quem merece o quê / Aristóteles
Callie Smart, aluna do primeiro ano do ensino médio, era popular na escola e participava da torcida organizada da Andrews Higt School. O fato de ter paralisia cerebral e usar uma cadeira de rodas não diminuía o entusiasmo que inspirava nos jogadores e fãs. No final da temporada, Callie foi expulsa da torcida organizada. Se ela quisesse participar no ano seguinteteria de treinar como todas as demais e se submeter à rigorosa rotina de exercícios físicos. A história de Callie levanta duas questões. Primeiramente, uma questão de equidade. Ela deveria ter de fazer ginástica pra participar da torcida organizada, ou esse requisito seria injusto considerado sua deficiência? A Segunda questão levantada pelo caso de Callie é a indignação. Notemos a ligação entrea primeira questão, a da equidade, e a segunda a da gloria e do ressentimento. Para determinar os critérios para a participação na torcida organizada dentro de um principio de justiça, precisamos determinar sua natureza e seu propósito.
As duas concepções centrais da filosofia politica de Aristóteles estão presentes no caso de Callie:
1. A justiça é Teleológica. Para definir os direitos, épreciso saber qual é o télos.
2. A justiça é honorífica. Compreender o télos de uma prática – ou discutir sobre ele-.
A chave para compreender a ética e a politica de Aristóteles é a definição da força dessas duas considerações e a relação existente entre elas. Aristóteles (384 – 322 a. C.) não acha que a justiça possa ser neutra dessa maneira. Ele acredita que as discussões sobre justiça sejam,inevitavelmente, debates sobre a honra, a virtude e a natureza de uma vida boa. Entender por que Aristóteles acredita a justiça e vida boa deve estar ligadas nos ajudará a entender o que está em jogo no esforço para dissociá-las.
O raciocínio teleológico pode aparecer de uma forma estranha de pensar sobre justiça, mas é de certa forma plausível. No mundo antigo, o raciocínio teleológico era maiscomum que nos dias atuais. Para compreender a natureza e o lugar que ocupamos nela, era preciso entender seu propósito e seu significado essencial.
Como acontece com frequência, o télos não é óbvio, mas contestável. Alguns dizem que as universidades existem para promover a excelência acadêmica, e a promessa acadêmica deveria ser o único critério de admissão. Outros dizem que elas também existempara atender a determinados propósitos cívicos e que a capacidade de ser um líder e uma sociedade diversificada. Aristóteles acredita que o propósito das instituições sócias possa ser discutido. Sua natureza essencial não é estabelecida definitivamente, tampouco é apenas uma questão de opinião.
Para Aristóteles, a justiça distributiva não se referia essencialmente a dinheiro, mas a cargos ehonrarias. Quem deveria ter o direito de governar? Como a autoridade política deveria ser distribuída? Um individuo, um voto. Qualquer alternativa seria discriminatória. Mas Aristóteles adverte que todas as teorias de justiça distributiva discriminam. Atualmente não pensamos na politica como algo que tenha uma finalidade particular e independente, mas como algo aberto as diversas finalidades que oscidadãos venham a adotar. Aristóteles pensa de maneira diferente. Para ele, o propósito da política não é criar uma estrutura de direitos neutra em relação às finalidades. É formar bons cidadãos e cultivar o bom carácter. Cada um tem sua reinvindicação, porém uma reinvindicação apenas parcial.
Se Aristóteles estiver certo ao considerar que o objeto da politica é a vida boa, será fácil concluirque aqueles que demostram maior virtude cívica serão merecedoras dos mais altos cargos e honrarias. Apenas por meio da associação politica, diz Aristóteles, podemos exercitar a faculdade humana essencial da linguagem, porque somente em uma pólis deliberamos com os demais sobre justiça e injustiça e sobre a natureza da vida boa. A vida moral tem a felicidade como objetivo, mas Aristóteles não...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • quem merece o que
  • O povo tem o governo que merece
  • Como saber quem merece o ouro
  • O futuro não merece cadeia
  • Meu filho não merece nada.
  • inclusao tambem merece atenção
  • Voc N O Me Merece
  • A Bíblia merece confiança

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!