QUAL A IMPORTÂNCIA DO LIMITE E DA AFETIVIDADE PARA A SOCIALIZAÇÃO DO SD?

Páginas: 26 (6477 palavras) Publicado: 27 de outubro de 2014
COSTA, Adriella Silva MATOS, Maristela Frazon BREGUEDO, Enilze de Souza RESUMO Limite e afetividade para a socializao, todas as crianas necessitam destas duas palavras integradas dentro de seus lares para crescer em uma sociedade saudvel, o mesmo deve acontecer com o portador de Sndrome de Down, que tambm precisa crescer tendo responsabilidades. Pais e professores tendem a superproteger o SD,concentrando a ateno nas deficincias da criana e esquecendo seus valores o desenvolvimento do indivduo pode ter falhas significativas se nos primrdios da infncia houve descompensaes psquicas. Instruir a criana dentro dos limites corretos para manter uma boa ndole, exaltando suas potencialidades, crescendo como cidado que tm direitos e deveres. A Sndrome de Down , essencialmente, um atraso dodesenvolvimento, tanto das funes motoras do corpo, como das funes mentais. Em vista dessa plasticidade importante os procedimentos de interveno precoce no desenvolvimento da criana com SD. dever, da instituio escolar, oferecer condies que propiciem ao indivduo uma aprendizagem contnua, tendo grande influncia tambm no processo de socializao, uma vez que as caractersticas da organizao escolar e dosservios que ela oferece aos alunos iro interferir no estabelecimento e na qualidade das interaes entre alunos com e sem necessidade especial uma deficincia no justifica ter uma educao diferente do resto da populao. Integrao, socializao, aprendizado mtuo, quebra de paradigmas, respeito ao prximo, solidariedade, isto incluso. Palavras-chave Limite - Afetividade - Socializao - Incluso Introduo A inclusoescolar uma realidade, e o desafio garantir a todos socializao e uma educao de qualidade. Pois na escola inclusiva os alunos aprendem a conviver com diferena e se tornam cidados solidrios, juntamente com toda equipe escolar. A constituio Brasileira de 1988 garante o acesso ao Ensino Fundamental regular a todas as crianas e adolescentes, sem extinguir ningum, incluindo, portanto crianas comnecessidades educacionais especiais. A Lei de Diretrizes e Bases da Educao Nacional (93/94), de 1996 e a Conveno de Guatemala de 2001, deixou mais explicito a importncia dos direitos do deficiente, proibindo qualquer diferenciao, excluso ou restrio baseada na deficincia das pessoas, portanto, deixa-lo fora da escola, ou no oferecer educao igual a todos considerado excluso, que crime. Lembrando que aEducao Especial hoje, esta como modalidade de ensino que tem como objetivo quebrar as barreiras que impedem a criana de exercer a sua cidadania, servindo como complemento do ensino regular. Para a escola incluir bem preciso primeiramente olhar a educao inclusiva com bons olhos, atendendo todo e qualquer aluno que no se encaixe no modelo ideolgico, dando meios para que estes alunos se sintamparte integrante da escola e faam parte do mundo social. Ressaltar as potencialidades dos alunos o mais importante para seu sucesso como pessoa, diz a revista Nova Escola, junho de 2004. Quanto maiores a auto-estima e a capacitao para a superao de obstculos, maior ser a autonomia dos filhos (Tiba, 2002, p.131). Toda essa juno de saberes nos leva ao que incluso de fato, integrao, socializao,aprendizado mtuo, quebra de paradigmas, respeito ao prximo, solidariedade. Onde a importncia de repensar formas de educar nos limites apropriados, para que a criana, o adolescente fique satisfeito com seu eu. Como ensina Tiba, 2002, o que garante uma boa educao so seus frutos, comportamentos duradouros que valem para qualquer situao. O que faz as flores evolurem para os frutos so os princpios dacoerncia, constncia e conseqncia. Cabe aos pais, professores e organizao escolar, saber a diferena entre, a afetividade e a pena, superproteo ao limite, disciplina e ao abandono a incluso ou simplesmente ocupar um lugar na lista de presena. Uma deficincia no justifica que deve ter uma educao diferente do resto da populao. Mesmo que a pessoa com deficincia tenha recursos suficientes, se ela no for...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Afetividade e socialização
  • A importancia da afetividade
  • A importância da afetividade
  • A influência da afetividade e da socialização na escola
  • A importancia da socialização.
  • Projeto sobre Limites E Afetividade
  • A importancia da afetividade no processo educativo
  • A importância da afetividade no processo educativo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!