Qual é a representação do conhecimento sobre história e cultura africana, afro-brasileira e indigena no imaginário escolar?

Páginas: 14 (3476 palavras) Publicado: 21 de maio de 2012
UNIVERSIDADE DAS AMÉRICAS - UNIAMÉRICAS
MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO

ALBERTO DAMASCENO DE ALBUQUERQUE

QUAL É A REPRESENTAÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE HISTÓRIA E CULTURA AFRICANA, AFRO-BRASILEIRA E INDIGENA NO IMAGINÁRIO ESCOLAR?

FORTALEZA – CE
FEVEREIRO/2012
QUAL É A REPRESENTAÇÃO DO CONHECIMENTO SOBRE HISTÓRIA E CULTURA AFRICANA, AFRO-BRASILEIRA E INDIGENA NO IMAGINÁRIO ESCOLAR?Alberto Damasceno de Albuquerque1
RESUMO
No imaginário escolar a representação do conhecimento sobre história e cultura africana e indígena no Brasil vem sendo sistematizada de forma sútil, perniciosa, cheia de poluição, preconceituosa. Baseada em sistemas que violentaram a história, destruindo a imagem do humano e colocando o desumano. Deturpando a cultura, a essência do ser, as riquezas dasvivencias, do social/econômico, sendo protagonizada em muitos casos pela utilização do livro didático. Nessa perspectiva o presente traz uma reflexão fundamentada na história do imaginário e na que de fato é. Pretendendo despertar mentes adormecidas na epistemologia preconceituosa, escravagista, racista, dominante e viciosa europeia, que tem disseminado uma visão míope sobre a história e culturaafricana, afro-brasileira, e indígena no imaginário da escola brasileira.

Palavras Chave: africanos, indígenas, preconceito, racismo, livro didático.

1. INTRODUÇÃO
A ignorância em relação à história antiga dos negros, as diferenças culturais, os preconceitos étnicos entre duas raças que se confrontam pela primeira vez, tudo isso, mais as necessidades econômicas de exploração,predispuseram o espírito europeu a desfigurar completamente a personalidade moral do negro e suas aptidões intelectuais. O negro torna-se, então, sinônimo de ser primitivo, inferior, dotado de uma mentalidade pré-lógica (MUNANGA, 1986, p. 9).

Nas areias movediças do ensino de história, emergem as visões elitistas, unilateralistas, reducionistas, racistas e preconceituosas em detrimento da busca daverdadeira historicidade da história. Ocorrências recorrentes nas várias vias da história, na forma como cada historiador observa os fatos, as nuances, os caminhos percorridos pela mesma. Uma visão superficial inprofunda pode descaracterizar o ensino da história, contribui também para a produção de materiais didáticos comprometidos e não contundentes com a verdade, representando um perigo, trazendovícios que talvez jamais possam ser desfeitos.
1Licenciado em Ciências com Habilitação em Biologia, pela Universidade Estadual da Bahia, Especialista em Educação Ambiental*, Mestrando em Ciências da Educação , pela Universidade das Américas.
1Licenciado em Ciências com Habilitação em Biologia, pela Universidade Estadual da Bahia, Especialista em Educação Ambiental*, Mestrando em Ciências da Educação ,pela Universidade das Américas.
Isso vem ocorrendo com a representação do conhecimento sobre história e cultura africana (principalmente), afro-brasileira e indígena no imaginário escolar. De que forma está sendo escrita a história Africana pelos historiadores? O que as escolas ensinam sobre esses temas? Como os livros didáticos os abordam? Qual a formação do conhecimento a partir do que se temproduzido sobre esse tema? E as questões afro-brasileiras e indígenas como são tratadas nos centros de educação?
Nas escolas brasileiras já existe a obrigatoriedade da temática História e Cultura Afro-Brasileira. A Lei estabelece o estudo da história da África e dos africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando acontribuição do povo negro nas áreas sociais, econômicas e políticas pertinentes à História do Brasil e, tornando-o obrigatório no currículo escolar da educação básica. Isso ocorreu em de 9 de janeiro de 2003 o Conselho Nacional de Educação (CNE) outorgou a Lei nº. 10.639, que altera a Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional.
Mas sabe-se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cultura Afro-Brasileira, africana e Indígena”
  • questões de história e cultura africana e afro brasileira
  • Fichamento de Citação
  • Cultura Africana e Afro-brasileira
  • cultura afro brasileira e africana
  • cultura afro brasileira e africana
  • cultura afro-brasileira e indigena
  • Cultura e História Africana e Indígena

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!