Química

Páginas: 8 (1798 palavras) Publicado: 5 de abril de 2013
COLÉGIO SALESIANO
CURSO NUTRIÇÃO

FUNDAMENTOS DA QUÍMICA
EXPERIMENTO Nº 01



AULA PRÁTICA: SOLUBILIDADE E INTERAÇÕES INTERMOLECULARES. |

ALUNO: Helba Idalino de Araújo



TURMA: Nutrição 01 – Matutino

PROFESSOR: Maurício Mattar

VITÓRIA, 23 DE MARÇO DE 2012.
1 – Introdução

Neste trabalho serão trabalhados os conceitos de:

1-Solubilidade.
2- Interações intermoleculares.
2.1- Ligações hidrogênio.
2.2- Íon-dipolo: exemplo da solvatação do NaCl pela água.
2.3- Interações fracas: forças de London.
3- Noções de geometria molecular.

Com o objetivo de, por meio das experiências feitas no laboratório de prática da disciplina de Fundamentos da Química, fomentar-se uma discussão entre os integrantes do grupo queparticipou da experiência para obter as seguintes questões:

1- Identificar que a solubilidade depende da natureza das substâncias.
2- Conhecer aspectos moleculares para a compreensão de interações entre diferentes substâncias.
3- Visualizar como sistemas biológicos lidam com as características polares e apolares das moléculas.

Este trabalho torna-se relevante pelo fato de obter-serespaldo para diversos tipos de reações químicas, onde por meio de experiências realizadas pelos grupos, o conteúdo teórico é embasado pela realização da prática e conseqüentemente o entendimento acerca destas reações torna-se mais fácil e rápido no processo de aprendizagem do estudante.
A força intermolecular surge quando duas moléculas se aproximam havendo uma interação de seus campos magnéticos esurgindo assim uma força entre elas. Estas forças variam de intensidade, dependendo do tipo da molécula (polar ou apolar).
As forças de interações intermoleculares são responsáveis por manter, por exemplo, a lagartixa aderida a diversas superfícies. Pesquisadores, após vários experimentos e observações microscópicas em escala nanométrica encontraram nas patas das lagartixas estruturas que sãocompostos por substâncias apolares e desta forma as forças que atraem as moléculas apolares são muito mais fracas (Força de Van der Waals) do que as que atraem as moléculas polares.
Este nome foi dado por causa do físico que estudou este tipo de força intermolecular resultante da polarização das moléculas, o pesquisador holandês Johannes DiderikVan der Waals.
A interação entre moléculas apolaresocorre por um desequilíbrio momentâneo nas eletrosferas dos átomos e assim gera dipolos induzidos por um curto espaço de tempo.
Diferente das moléculas polares que interagem entre si pelos pólos positivo e negativo que são formados pela diferença da eletronegatividade na ligação química.


Fonte: CCEAD-PUC/RJ

Substânciaspolares são miscíveis em substâncias polares e as substâncias apolares são miscíveis em substâncias apolares.
O que determina a polaridade de uma molécula são a geometria desta molécula e a natureza dos átomos envolvidos nesta estrutura.
O equilíbrio entre as forças de atração e de repulsão dos pares de elétrons compartilhados ou não-compartilhados é que resulta na organização espacial de umamolécula.


Fonte: CCEAD-PUC/RJ

A geometria molecular ocorre quando os átomos efetuam uma ligação química e assim formam ângulos entre si, acarretando na formação de uma geometria própria para a molécula produzida. Esta geometria é determinada pela posição entre os núcleos dos átomos que foram ligados.
Sendo assim, de acordo com aTeoria de Repulsão dos pares eletrônicos da camada de valência, estes pares de elétrons do átomo central encontram-se na posição de maior repulsão possível entre eles e vão desta forma definindo a geometria molecular, que garante maior estabilidade estrutural.


Fonte: Química 10
Íon x Molécula Polar: A molécula para caracterizar...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • quimica
  • quimica
  • Quimica
  • QUIMICA
  • qUIMICA
  • quimica
  • quimica
  • quimica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!