Química sanitária

Páginas: 10 (2422 palavras) Publicado: 9 de novembro de 2012
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS
Faculdade de Tecnologia

ST305 - B – “Química Sanitária e Laboratório de Saneamento I”

Prof. Dr. Peterson Bueno de Moraes

Relatório – 2ª Experiência
“DETERMINAÇÃO DA ACIDEZ E ALCALINIDADE DE UMA ÁGUA COLETA”
Realizado em: 30/03/2012

EQUIPE 8

Limeira
Abril/2012
Sumário

1. Objetivos 3
2. Introdução 3
2.1 Acidez: 3
2.2 Alcalinidade: 33. Parte Experimental 4
3.1 Materiais: 4
3.1.1 Acidez: 4
3.1.2 Alcalinidade: 5
3.2 Métodos: 5
3.2.1 Acidez: 5
3.2.2 Alcalinidade: 5
4. Resultados e Discussão 6
4.1 Acidez: 6
4.2 Alcalinidade: 7
4.2.1 Parcial: 7
4.2.2 Total: 7
5. Conclusão 8
6. Referências Bibliográficas 9
7. Anexo 9
7.1 Questões: 9


1. Objetivos
Esta experiência em laboratório tevepor objetivo a determinação da acidez e da alcalinidade total e parcial de uma amostra de água preparada em laboratório.
2. Introdução
2.1 Acidez:
Define-se como a capacidade que um meio aquoso possui de reagir quantitativamente com uma base forte a um pH definido. É expressa em miligramas por litro de carbonato de cálcio equivalente, a um determinado pH (NBR 9896/1993) [Associação Brasileirade Normas Técnicas ABNT/ NBR] (MORAES, P. B., MEDEIROS, M. A. C., SOBRINHO, G. D., ALBUQUERQUE, A. F, VENDEMIATTI, J. A. de S, 2011).
A acidez na água pode ser de origem natural - gás carbônico absorvido da atmosfera ou resultante da decomposição de matéria orgânica; ou antropogênica – efluente industriais e domésticos, e lixiviação de minas abandonadas. As formas de acidez são dadas em função dopH da seguinte maneira: águas com pH inferior a 4,5 acidez por ácidos minerais fortes e/ou sais de metais pesados (causado por efluentes industriais); acidez carbônica para pH entre 4,5 e 8,2 e para pH maior que 8,2 gás carbônico (CO2) livre ausente (MORAES, P. B., MEDEIROS, M. A. C., SOBRINHO, G. D., ALBUQUERQUE, A. F, VENDEMIATTI, J. A. de S, 2011).
Não é um parâmetro indicador de padrões comopotabilidade, classificação de águas naturais ou emissão de esgotos; a importância em se determinar a acidez reside no controle da corrosão que pode ser causada pelo gás carbônico (presente em águas naturais) ou por ácidos minerais (presente em efluentes industriais), e no controle dos processos de tratamento de águas para abastecimento e efluentes (MORAES, P. B., MEDEIROS, M. A. C., SOBRINHO, G.D., ALBUQUERQUE, A. F, VENDEMIATTI, J. A. de S, 2011).
Para se determinar a acidez de uma amostra de água faz-se uma titulação de neutralização ácido/base, empregando-se solução de hidróxido de sódio como titulante e fenolftaleína como indicador (MORAES, P. B., MEDEIROS, M. A. C., SOBRINHO, G. D., ALBUQUERQUE, A. F, VENDEMIATTI, J. A. de S, 2011).
2.2 Alcalinidade:
Alcalinidade é a capacidadede uma água reagir quantitativamente com um ácido forte até um valor definido de pH. Em outras palavras, é a medida da capacidade que uma água tem de neutralizar ácidos, expressando sua capacidade de tamponamento. (MORAES, P. B., MEDEIROS, M. A. C., SOBRINHO, G. D., ALBUQUERQUE, A. F, VENDEMIATTI, J. A. de S, 2011).

Bicarbonatos (HCOˉ3), carbonatos (COˉ23) e hidróxidos (OHˉ) constituem nosprincipais causadores de alcalinidade, são determinadas em função do seu pH (pH entre 4,4 e 8,3 - apenas bicarbonato, pH entre 8,3 e 9,4 – carbonatos e bicarbonatos, e pH maior que 9,4 – hidróxidos e carbonatos) e expressa em mg/L de CaCO3. Podem ter origem natural (fotossíntese, decomposição de matéria orgânica, alta taxa de respiração de microrganismos, rochas calcárias) ou antropogênica (esgotosdomésticos e industriais); normalmente os valores de alcalinidade para águas naturais ficam na faixa de 30 a 500 mg/L de CaCO3 (MORAES, P. B., MEDEIROS, M. A. C., SOBRINHO, G. D., ALBUQUERQUE, A. F, VENDEMIATTI, J. A. de S, 2011).
Assim como a acidez, a alcalinidade não é um parâmetro que constitui padrões como potabilidade, classificação de águas naturais e emissão de esgotos; sua importância se...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Química sanitária
  • Quimica
  • Quimica sanitária: ph, turbidez, cor, temperatura e condutividade
  • Custo operacional e de insumos para produção de leite com qualidade sanitária, microbiológica e físico-química.
  • Sanitaria
  • vigilancia sanitaria
  • REFORMA SANITÁRIA
  • vigilancia sanitaria

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!