Publicidade - Um discurso de...

Páginas: 7 (1681 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
FICHAMENTO “Publicidade: Um discurso de sedução”
Alexandra Guedes Pinto – (7 Coleções Linguística) Porto Editora, 1997

Ela (a publicidade) seduz os nossos sentidos e a nossa mente 'acariciando' com suas mensagens os nossos mais secretos desejos
Pg.9

...a publicidade é também uma linguagem propriamente dita, feita de palavras que seduzem ou devem seduzir, pelas combinações em que seapresentam, pelas desconstruções que praticam, pelos ecos que despertam, pelos implícitos que activam, por uma série de jogos, de que parcialmente tentaremos dar conta neste trabalho.
Pg.11

...o processo semiótico da publicidade assenta sobretudo no acto de simbolização que vai ser o responsável pela formação de uma identidade para os produtos.
Pg.13

Fazemos (associações) já sem levantarquestões, sem nos lembrarmos sequer de que muitos dos elos associativos trabalhados nem possuem qualquer fundamento natural, são criados artificialmente por forma a conquistar um território próprio para o produto no mercado.
pg.14

Assim, mais do que pelas suas propriedades fisicas, o produto passa a valer pela imagem que de si projecta no mercado e na vida dos consumidores. Passa a valer por umasérie de qualidades simbólicas que, a força de com ele surgirem associadas, por meio de imagens e frases evocativas...
Pg.23

...o exito ou o fracasso de um produto não se medem tanto pela qualidade ou falta de qualidade dos mesmo, mas, sobretudo, pela sua capacidade de encaixar no universo de valores do consumidor e trazer os seus desejos à luz do dia, assumindo-se como a possibilidade desatisfação destes.
Pg.24

Efectivamente, uma grande parte da linguagem visual e verbal posta em jogo no anúncio visa estabelecer uma via de comunciação directa com ao subconsciente do destinatário, o locus ideal para o despertar de uma preferência, na convicção de que o envolvimento emotivo e a adesão espontânea são movimentos psíquicos que ocorrem ainda a um nível pré-logico e não-racional.
Pg.25Daqui resulta que, frequentemente, nem que se recorra à enumeração das qualidades objectivas de um produto como prova da sua superioridade, tornando-se mais importante ambientá-lo e 'personaliza-lo', associando-o a conceitos, estilos de vida, sentimentos, estados de espirito reconhecíveis pelo público-alvo.
Pg.25

(Discurso persuasivo) ...da imagem do destinatario virtual a partir mesmo dointerior do discurso. Este leitor-vitual modelar coopera totalmente com o progrmaa enunciativo proposto pelo texto, é um 'tu' construido, manipulado, cooperante, um 'tu' intradiscursivo que, pretende-se, venha a fundir-se com o 'tu' intradiscursivo que, pretende-se, actuará como um vínculo que conduzirá o leitor real a acturar em conformidade com as instruções do texto e a tomar a decisão de compra.Pg.31

(O destinatário), por uma questão de coerência com a personalidade que lhe foi atribuída, a comportar-se de acordo com as instruções do anúncio, que apontam sempre no sentido da adesão ao poduto e da sua eventual aquisição.
Pg.32

(Guy Croussy, 1990), denomina de 'personalização', isto é, a utilização de personagens célebres e idolatradas, cujas as qualidades são invejadas pelo ser humanocomum.
Pg.34

De posse de valiosas informações sobre os principais hábitos e preferências dos seus receptores, ela encontra-se capaz de penetrar nas suas consciências e trazer à luz do dia, nas mensagens que constrói, as atitudes, crenças e desejos mais profundos dos sujeitos, correntes de valores subconscientes, a que muitas vezes nem mesmo os próprios indivíduos tem acesso directo.
Pg.35é nesta medida que a publicidade funciona, como diziamos nos inicio, como um verdadeiro diagnóstico psicossocial em que é possível ler os princiapis ideais, valores, medos de um povo.
Pg.43

...o locutor invoca o provérbio na quase certeza de que o alocatario o vai reconhecer, facto que aumenta a proximidade entre estas duas entidades incorporando um importante passo na estratégia de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O PAPEL DO CONSUMIDOR EM ANÚNCIOS DIRIGIDOS PARA PROFISSIONAIS DE MÍDIA: A INSTITUIÇÃO PUBLICIDADE E A FORMAÇÃO...
  • PUBLICIDADE E LINGUAGEM: OS SENTIDOS DO SIGNO NA MENSAGEM APELATIVA DO DISCURSO DAS PROPAGANDAS DE CERVEJA
  • Discurso
  • Discurso
  • discurso
  • discurso
  • Discurso
  • DISCURSO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!