psoríase

Páginas: 5 (1238 palavras) Publicado: 6 de novembro de 2014
Psoríase e leishmaniose tegumentar
ITAÚNA
2014
Psoríase
A psoríase é uma das doenças dermatológicas mais comuns, sendo uma doença inflamatória crônica da pele. A psoríase acomete igualmente homens e mulheres e tem picos bimodais de início: próximo aos 20 anos e, novamente, aos 50 anos. A psoríase tem componente genético, pois mais de 50% dos pacientes têm história familiar positiva.
Aetiologia é pouco compreendida e sabe-se que é multifatorial. As lesões psoriáticas apresentam infiltrações de linfócitos T ativados que produzem citocinas responsáveis pela proliferação exagerada dos ceratinócitos. Por conseguinte, estes promovem as manifestações típicas da doença pápulo-descamativa. Tem sido postulado que, em indivíduos geneticamente susceptíveis, a exposição a fatores precipitantescomo infecções, estresse, trauma resulta em ativação de linfócitos T e produção dessas citocinas.
Clinicamente, a doença caracteriza-se por pápulas eritematosas bem demarcadas, e placas arredondadas, cobertas por escamas miáceas prateadas, que apresentam graus variados de prurido. Na remoção das escamas, sangramentos em gota de orvalho podem ser observados (sinal de Auspitz), refletindo aproliferação de vasos na derme superficial. As áreas traumatizadas frequentemente desenvolvem lesões de psoríase (fenômeno de Koebner ou isomórfico). A psoríase pode envolver tanto a pele quanto as unhas. O acometimento ungueal inclui depressões puntiformes, máculas amareladas sobre as placas das unhas (sinal da gota de óleo) e espessamento das unhas ou hiperceratose subungueal (onicodistrofia).
Cercade 10% dos pacientes apresentam artralgias concomitantes. Existem três tipos de artrite psoriática: (1) artrite inflamatória assimétrica, acometendo feralmente as articulações interfalângicas proximais e distais, bem como, raramente, quadris, tornozelos e pulsos; (2) uma doença semelhante à artrite reumatoide soronegativa; ou (3) doença limitada à coluna vertebral (espondilite psoriática).
Aforma mais comum de psoríase é a psoríase vulgar. Esta se caracteriza por placas estáveis que aumentam lentamente, tem evolução insidiosa e podem permanecer inalteradas durante longos períodos, mas regride espontaneamente em raros casos. É mais frequente nos cotovelos, joelhos, sulco interglúteo e couro cabeludo, com acometimento simétrico.
A psoríase invertida acomete regiões intertriginosas, comoaxila, virilha, regiões inframamárias e umbigo. Pode afetar couro cabeludo, palmas e plantas. As lesões são individuais são placas bem demarcadas, mas podem se apresentarem úmidas de acordo com a localização.
A psoríase gutata, também conhecida como psoríase eruptiva, surge agudamente em indivíduos jovens ou crianças, após infecções do trato respiratório superior por estreptococosbeta-hemolíticos. As lesões são pequenas pápulas eritematosas e descamativas. O diagnóstico diferencial é com pitiríase rósea e a sífilis secundária.
A psoríase pustulosa pode se apresentar restrita às palmas e plantas (podendo ser confundida com eczema), ou ser generalizada. Esta última caracteriza-se por febre (39º a 40ºC) ao longo de vários dias e erupções simultâneas de pústulas em base eritematosa intensa.O diagnóstico da psoríase é baseado na história clínica e no exame físico, lembrando que nos casos de psoríase eritrodérmica devem ser feitos os diagnósticos diferenciais. O tratamento da psoríase depende do tipo, localização e extensão da doença. Deve-se evitar o ressecamento excessivo ou irritação da pele, e a manter hidratação cutânea adequada. A psoríase vulgar é tratada com glicocorticoidestópicos de potência média. Um análogo de vitamina D (calcipotriol) e um retinoide (tazaroteno) também são eficazes no tratamento da psoríase limitada. A luz UV natural ou artificial representa um tratamento eficaz para muitos pacientes com psoríase disseminada, mas não deve ser utilizada em longo prazo, pois há o risco aumentado de desenvolver cânceres cutâneos. Vários agentes sistêmicos podem...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • psoriase
  • Psoríase
  • Psoriase
  • Psoríase
  • Psoriase
  • psoríase
  • psoriase
  • PSORÍASE

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!