Psicopatia

422 palavras 2 páginas
Primeira reunião: Pensando o perverso

Acredito que este espaço, enquanto grupo de debate, poderia nos servir para discutir/estudar os diversos leques da psicopatia e entender quando elas tem comorbidade com outras psicopatologias e/ou transtornos de comportamento.
Poderiamos trazer alguns exemplos de filmes e casos reais para tornar mais concreta a discussão.

Bem não sei se posso fazer isso, pois confesso que ainda não tive tempo hábil para ler todos os posts, contudo li as regras do grupo e acredito que essa atividade a qual proponho não fere as mesmas.

Dois casos reais que acredito serem bastante pertinentes ao tema:

Josef Fritzl (conhecido como o "mostro da Austria") http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u399368.shtml ARMIN MEIWES (conhecido como o açougueiro mestre na Alemanhã) http://oserialkiller.com.br/armin-meiwes-canibal-alemao/ Filmes:
O silêncio dos inocentes http://delirios-lucidos.blogspot.com.br/2013/04/resenha-o-silencio-dos-inocentes-killers.html Hannibal http://delirios-lucidos.blogspot.com.br/2013/05/killers-resenha-hannibal-origem-do-mal.html Minhas considerações sobre os casos reais:
Sobre o Josef: acredito que seja mais obsessão pela ideia de possuir a filha e a vida dela do que psicopatia em si. Mas o que dizer sobre os filhos deles?

Sobre o ARMIN: Acho que esse sim é um tipo de psicopatia severa, pois ele não esboça sentimentos ao devorar, no sentido literal da palavra, a outra pessoa. Porém tem algo atípico porque ele encontra uma pessoa que deseja ser devorada. Seria esse caso uma questão mais de dupla parafilia (mesmo não se tratando de ato sexual em si), onde os dois exercem papeis complementares ou um legítimo caso de psicopatia "casada" com comportamento suicida, o que vocês acham?

Sobre os filmes:
Acho que no Silêncio dos inocentes é mais jogo de manipulação, mostrando os traços de domínio sobre a mente de outras pessoas, do que a questão do canibalismo. O comportamento de devorar a

Relacionados

  • Psicopatia
    4130 palavras | 17 páginas
  • Psicopatia
    2925 palavras | 12 páginas
  • Psicopatia
    628 palavras | 3 páginas
  • Psicopatia
    4420 palavras | 18 páginas
  • Psicopatia
    2538 palavras | 11 páginas
  • Psicopatia
    382 palavras | 2 páginas
  • PSICOPATIA
    1105 palavras | 5 páginas
  • Psicopatia
    4522 palavras | 19 páginas
  • psicopatia
    4939 palavras | 20 páginas
  • Psicopatia
    2525 palavras | 11 páginas