Psicologia

Páginas: 6 (1409 palavras) Publicado: 5 de junho de 2013
FACULDADE FRASSINETTI DO RECIFE
CURSO DE PSICOLOGIA
DISCIPLINA: CIDADANIA E F É



SINTESE DO TEXTO: COMER E BEBER JUNTOS

Prof:
Luiz Gomes de Moura

Os alimentos são mais do que coisas matérias. São símbolos do encontro e da comunhão. O alimento é apreciado e feito objeto comentários. A maior alegria da mãe ou da cozinheira é perceber a alegria dos comensais. Gestoimportante na mesa e servir ou passar a comida ao outro. O comportamento civilizado faz com que todos se sirvam, zelando para que a comida chegue suficientemente a todos.
É no comer e no beber juntos que os seres humanos mais celebram a alegria de viver e conviver. De nada adianta acolher hospitaleiramente, conviver humanamente, nos respeitarmos mutualmente e nos tolerarmos pacientemente se nãopodemos comer e beber juntos. O fato é que ainda estamos distantes deste sonho bem- aventurado principalmente se tratando de uma cultura contemporânea que se modificou em função do trabalho e da produtividade que gerou o enfraquecimento a referência simbólica da mesa deixando de ser o ponto de convergência da família. No dia 11 de setembro de 2001 morreram cerca de 3 mil pessoas. Foi uma atrocidadeque parou a humanidade. No mesmo dia, exatamente 16.400 crianças abaixo de cinco anos morreram de fome e de desnutrição. Isso mostra o que vivemos numa humanidade flagelada que ainda tem muito para evoluir.
Quando nossos antepassados antropoides saiam para recoletar frutos, sementes, cacas e peixes não comiam individualmente o que reuniam. Tomavam os alimentos e os levavam ao grupo, e ai praticavama comensalidade distribuíam os alimentos entre si e os comiam grupal e comunitariamente. Comensalidade supõe a solidariedade e a cooperação de uns para os outros, permitiu o primeiro salto da animalidade em direção à humanidade. A comensalidade, a solidariedade, e a cooperação. Essa pequena diferença faz toda uma diferença.
A linguagem possibilita o ser humano organizar o mundo, dando nomes eclassificando todas as coisas, o imaginário e o pensamento a arquitetônica dos conceitos. Assim como não existe sociedade sem linguagem, também não há nenhuma sociedade que não cozinhe alguns de seus alimentos.
O ser humano aprendeu a fazer fogo e a domestica-lo com o fogo começou a cozinhar aos alimentos. A passagem do cru ao cozido é considerado um dos fatores de passagem do animal ao ser humanocivilizado. Cada povo possui alguns alimentos característicos a feijoada do Brasil, tacos do México, o hambúrguer dos norte-americanos, pizza dos italianos, a salada de batata e o chucrute dos alemães, o kibe dos árabes, o sushi e sashimi dos japoneses, entre outros. Podemos então perceber que as culturas se diferenciam.
Nutrir-se nunca é uma mecânica biológica individual. Consumircomensalmente e comungar com os outros que comigo comem. É comungar com as energias cósmicas que subjazem aos alimentos, especialmente a fertilidade da terra, a irradiação solar, a floresta, a agua, a chuva e o vento.
Toda comensalidade é de certa forma sacramental. O memento de comer é um dos mais esperados do dia ou da noite. Sem comer não há vida nem sobrevida, nem alegria de existir e coexistênciafraterna. Ao plantar e colher o trigo ou o arroz ele pode criar reservas, organizar a alimentação do grupo, fazer crescer a família e, assim a população. Ao mesmo tempo começou a perder a relação sinergética e cooperativa com a natureza. Agora ele tem que cuidar dos campos, desmatar, devolver a terra, plantar, colher ou cuidar dos currais dos animais, buscar alimentos para eles, providenciar suareprodução. Efetivamente o mapa da fome é aterrador. A cada dia morrem cerca de 20.000 pessoas de inanição.
O flagelo da fome não constitui, propriamente, um problema técnico. Existem técnicas de produção de extraordinária eficácia. A produção de alimentos é superior ao crescimento da população mundial. A distribuição é, pois, desigual, injusta e pecaminosa. Essa pobreza que produz a fome, já dizia...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A PSICOLOGIA OU AS PSICOLOGIAS
  • A psicologia ou as psicologias
  • Psicologia ou psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!