Psicologia

Páginas: 2 (338 palavras) Publicado: 28 de abril de 2013
• A gênese da delinquência
Delinquente é aquele que age à margem ou fora da lei. É aquele que pratica alguma maldade e, de alguma forma, sobrevive dela.
A resposta mais fácil e mais rápida éafirmar que os delinquentes surgem do meio da pobreza. Mas essa seria uma forma meio preconceituosa e generalizadora. A delinquência, portanto não é inerente à condição de pobreza em que se encontra ohomem.
Pode-se apresentar uma explicação sócia psicológica, afirmando que são as circunstâncias em que vive a pessoa que a levam a ser uma pessoa decente ou um mau caráter. Assim sendo poderia seaprofundar a afirmação dizendo que o ser humano nem é bom nem é mau. Ele é um ser em construção. Consequentemente é no processo de construção de sua personalidade e de sua estruturação social que o serhumano se forma como bom cidadão ou como bandido. Entretanto essa parece ser uma visão limitada. Dizer que o homem é fruto do meio é dizer muito pouco.
E não estamos querendo dizer que bandido é só oassaltante, o traficante. Estamos falando, também, e principalmente, dos grandes bandidos. Daqueles que matam aos milhares, nas filas dos hospitais, quando desviam verbas da saúde pública, etc. Essesbandidos matam ou roubam sem fazer contato físico ou visual com a vítima. E isso o diferencia do pequeno bandido, que muitas das vezes são as circunstâncias socioeconômicas que produzem esse tipo dedelinquente. E, neste caso, o meio interfere.
Com essa visão, em relação às pequenas delinquências estaríamos falando não de maldades, mas de atos de sobrevivência. Essa delinquência é consequência dolado animal que está presente no homem.
Podemos então dizer, que a origem da delinquência é a essência má do ser humano. Ou seja, nós, eu e você, somos maldosos. E se não somos explicitamentedelinquentes é por que nossas ações más ainda não foram percebidas. Nós, maldosamente, praticamos nossas maldades às escondidas. Por sermos maldosos, somos também dissimulados e escondidos aguardando o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A PSICOLOGIA OU AS PSICOLOGIAS
  • A psicologia ou as psicologias
  • Psicologia ou psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!