Psicologia

Páginas: 10 (2407 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
Psicol. Reflex. Crit. vol.11 n.1 Porto Alegre 1998
http://dx.doi.org/10.1590/S0102-79721998000100011
Inserção na comunidade e análise de necessidades: reflexões sobre a prática do psicólogo1
Maria de Fatima Quintal de Freitas 2
Universidade Federal do Espírito Santo


________________________________________
Resumo
O artigo analisa o processo de inserção do psicólogo na comunidaderelacionando-o ao tipo de análise de necessidades resultante. Apresenta as possibilidades existentes, nas últimas décadas no Brasil, discutindo as preocupações político-sociais e o tipo de objetivos que têm orientado as práticas psicológicas em comunidade. Discorre sobre as conseqüências derivadas desse processo de inserção, enfocando os reflexos na relação psicólogo-comunidade e na construção daidentidade de ambos. Apresenta as características e os instrumentais de práticas cuja inserção apresenta objetivos a posteriori, referenciada em uma psicologia social crítica e histórica, e relacionando-a com a análise de necessidades decorrente.
Palavras-chave: inserção na comunidade; relação psicologia-comunidade; psicologia social. comunitária
Insertion in the community and analysis of needs:thoughts on the practice of the psychologist
Abstract
This paper analyses the process of insertion of the psychologist in the community, relating it to the resultant type of analysis of necessities. The possibilities that were available in Brazil during the last decades are presented with a discussion of the political and social concerns and the type of objectives that have guided communitypsychology practices. Then, the consequences derived of this insertion process is discussed, focusing the consequences to the psychologist-community relationship and to the construction of the identitiy of both. The paper describes the characteristics and the instrumentalization of practices which present a posteriori objectives, based on a a critical and historic social psychology, relating it tothe analysis of necessities that follows.
Keywords: Insertion in the community, psychology-community relationship, community social psychology.
________________________________________


Falar da inserção ou do processo de entrada, contato e conhecimento do psicólogo com uma dada população, pode nos parecer uma tarefa nada difícil e questionadora, se possuirmos certezas epistemológicas efilosóficas a respeito da nossa área de atuação e do tipo de papel e compromisso que assumimos em nosso trabalho. Entretanto, este não é o caso, especialmente se pensarmos em uma Psicologia que se proponha, também, a trabalhar com problemáticas que assolam o cotidiano da nossa população, gerando processos psicossociais nem sempre ‘saudáveis’ (Martín-Baró, 1989; Montero, 1990, 1994). Considerando aomenos esta ressalva e lembrando que, no Brasil, nestas últimas décadas, nossa profissão tem sido chamada a ocupar novos espaços e a desenvolver trabalhos e/ou atividades que até então eram pouco freqüentes, gostaria de levantar alguns aspectos que considero importantes para a proposta de discussão colocada aqui.
Nesta discussão, os aspectos instrumentais e metodológicos da ação ou da intervençãotornam-se importantes. Todavia, eles, por si só, não são suficientes para uma análise histórica e crítica a respeito do processo de inserção na comunidade, protagonizado pelos profissionais de psicologia (Ammann, 1980; Andery, 1984; Lane & Sawaia, 1991). Aliás, parece-nos, ao contrário, que tais instrumentais dependem, na realidade, dos valores e concepções adotados pelos psicólogos para orientara sua prática e a relação que estabelecem com o seu objeto de estudo, de investigação e/ou de trabalho. Em outras palavras, a visão de homem e de mundo, assumidas e vividas pelos profissionais, é que se constitui como aspecto crucial na criação ou determinação das possibilidades sobre o comoestudar, pesquisar e/ou intervir, assim como na delimitação e seleção das estratégias de intervenção a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A PSICOLOGIA OU AS PSICOLOGIAS
  • A psicologia ou as psicologias
  • Psicologia ou psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!