Psicologia

Páginas: 2 (263 palavras) Publicado: 11 de junho de 2011
A explicação para o atraso no desenvolvimento de técnicas eficazes para tratar a violência está nos erros do passado. No século XVIII, um anatomistaaustríaco chamado Franz Gall desenvolveu uma teoria em torno da seguinte ideia: a maioria das características humanas, inclusive o comportamento antissocial, seriaregulada por regiões específicas do cérebro. Cada comportamento estaria sob o comando de um centro cerebral específico.
Com o tempo, a frenologia caiu emdescrédito, mas a tentação de identificar a aptidão para o crime por meio de características físicas persistiu.O comportamento humano sofre vários tipos deinfluências, alguns exemplos são influências genéticas, uso de drogas, e até mesmo formações físicas e mentais podem fazer a diferença no comportamento deuma pessoa. Agora o que gera a violência pode ser várias ações dentre elas, a má distribuição de renda, que gera conflito entre ricos e pobres em grandescentros populacionais, o uso do crack citado no texto que gera briga entre gangues por um mercado que gera lucros para eles, o encarceramento que é tido aquino Brasil como uma faculdade para os delinqüentes, pois muitos saem dele mais perigosos do que entraram, o álcool que mexe com o sistema nervoso da pessoadeixando mais agressivo, e propenso a praticar um ato violento. E outro tema é a violências das crianças que são um espelho do ambiente em que vivem, erefletem tudo o que vêem em seus lares, é inegável que a tendência a reagir de forma violenta diante de uma situação adversa varia de uma criança para outra.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A PSICOLOGIA OU AS PSICOLOGIAS
  • A psicologia ou as psicologias
  • Psicologia ou psicologias
  • A psicologia ou as psicologias
  • A psicologia ou as psicologias.

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!