Psicologia e Profissão

Páginas: 9 (2060 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
O olhar do adolescente
O adolescente no Brasil, hoje, é um dos fenômenos sociais mais importantes da preocupação nacional. Se não é por parte do Estado, pelo menos da parte da sociedade civil organizada. Todos têm tido um novo olhar que vem da década de 80, porque nestes 500 anos o adolescente sempre foi relegada a segundo plano, e só se modificou este olhar a partir da sensibilidade política,advinda de uma das propostas de Dom Paulo Arns e Dom Luciano de Almeida que criaram na arquidiocese de São Paulo, a pastoral da criança e do adolescente, mudando inclusive a nomenclatura, que antes era chamada de menor, e hoje é chamada de criança e adolescente. A criança e o adolescente hoje vivem uma verdadeira fatalidade histórica, na medida em que grande parte das crianças do nosso país morreaté fazer um ano. No Nordeste, por exemplo, de cada mil que nascem, 87 estão fadadas a morrer. A grande pergunta é: qual é a preocupação com a saúde da criança? Hoje nós temos uma pastoral da criança, um mutirão de 120 mil pessoas voluntárias, que têm cerceado certas localidades dessa mazela da mortalidade infantil.
A justificativa para a escolha deste trabalho é entender o olhar do ser naadolescência que, por sua vez, pode ser tomada como uma atitude cultural. A adolescência é uma atitude ou postura do ser humano durante uma fase de seu desenvolvimento, que deve refletir as expectativas da sociedade sobre as características deste grupo. A adolescência, portanto, é um papel social. E esse papel social de adolescente, parece sempre ter sido simultâneo à puberdade.
O principal objetivo éentender e confrontar a crise de identidade versus confusão de identidade, de modo a se tornar um adulto único com um senso de identidade coerente e um papel valorizado na sociedade. Ainda para a identidade forma-se pela resolução de três questões importantes: a escolha de uma ocupação, a adoção de valores nos quais acreditar e segundo os quais viver e o desenvolvimento de uma identidade sexualsatisfatória. A fidelidade seria a virtude alcançada com a resolução satisfatória dessa crise – ser fiel aos ideais conquistados.
Operacionalização do trabalaho: Igreja Prebisteriana do Recreio dos Bandeirantes (IPB - Recreio).

Desenvolvimento: Na adolescência, quase tudo se renova, se transforma. Os corpos, gestos, pensamentos, emoções, desejos, direitos e responsabilidades. Fase detransição onde a roupagem da infância deve ser retirada e uma nova identidade encontrada. Fase de experimentações, dúvidas, ilusões, ousadias, conquistas externas e internas que marcam uma nova forma de ser e estar no mundo. É na adolescência que surge o momento de estabelecer novos laços fora do ambiente familiar. Amigos, amores, paixões, parcerias que compartilham visões de mundo e os diferenciam dospais, reafirmam sua singularidade. Busca de uma nova identidade pessoal. Excessiva exposição ao risco, impulsividade, experimentações, rebeldia, comportamentos transgressores, comportamentos aparentemente patológicos e abuso de drogas são situações que fazem os pais pensar sobre como lidar com elas sem interferir no bom desenvolvimento do adolescente. Cabe à família a modulação das atitudes doadolescente que têm um limite entre o saudável e o patológico. Nesse período, a orientação profissional de um psicólogo ajudará no desenvolvimento psicológico e social do adolescente. Para isso, é necessário enfrentar os inevitáveis conflitos de gerações e procurar compartilhar esse trajeto com eles, sempre respeitando a busca por independência característica dessa fase.
Entrevistas e comentários:-O primeiro desenho, é desenhado por uma jovem de 12 anos onde ela tenta demonstrar em como agente é diferente. Nós carregamos o mundo nos olhos. Ela vê como eles brilham. Sim. Ela tem o mundo nos seus olhos. Tem um olhar-de-sonhador que ao mesmo tempo é um olhar-de-magnetismo; atraem os seus olhos. Logo no início, achava que também tinha o mundo no coração. Hoje em dia já acha que não. A...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia da Profissão
  • A Psicologia como profissão
  • A Psicologia como Profissao
  • Psicologia como profissão
  • Psicologia como Profissão
  • Psicologia como Profissão
  • PSICOLOGIA COMO PROFISSÃO
  • A psicologia como profissão

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!