Psicologia para Nietzsche

Páginas: 5 (1206 palavras) Publicado: 21 de agosto de 2014

1 Introdução

Este trabalho tem como objetivo apresentar questões para entender a respeito do que é a psicologia para Nietzsche, um estudo importante sobre aquele que assumi em suas obras a condição de psicólogo, tratando sobre paixões, desejos, afetos, pulsões da forma interdisciplinar a psicologia, fisiologia, cultura, história, literatura, medicina, etc., tendo assim uma visão além darealidade existencial. Constata-se, ainda, que Nietzsche coloca a Psicologia no centro da ciência.
Em diversos momentos da obra de Nietzsche a psicologia aponta caminhos que se cruzam com uma critica a filosofia, moral, religião e a ciência. O filosofo utiliza os conceitos de força e fraqueza, saúde e doença e busca investigar e entender determinada cultura a partir dessa base. Nietzsche (1978, p.37) entende que a psicologia é a “[...] ciência que indaga a origem e a história dos chamados sentimentos morais e que, ao progredir, tem de expor e resolver os emaranhados problemas sociológicos”.
Será possível perceber a contribuição de Nietzsche para a Psicanálise freudiana, segundo Gasser (1987), mesmo tendo Freud relutado a vida inteira para quando chegar perto da morte, admitir aimportância de Nietzsche para a Psicologia.








2 METODOLOGIA DA PESQUISA

De acordo com objetivos propostos nesta pesquisa, a metodologia utilizada foi: Pesquisa bibliográfica.
A Pesquisa bibliográfica é um método utilizado como embasamento e conceituação para o tema abordado. Podemos definir este tipo de pesquisa, de acordo com Gil (2008), como sendo desenvolvida com base em material jáelaborado, constituído principalmente de livros e artigos científicos.

















3 Nietzsche e a psicologia

Nos próximos itens vamos falar sobre quem era Friedrich Wilhelm Nietzsche e sua teoria de acordo com a psicologia.

3.1 Sobre o autor

Friedrich Wilhelm Nietzsche nasceu em 1844 e faleceu em 1900. Órfão de pai aos cinco anos de idade, viveu sua infância nacidade de Naumburg. Foi um filósofo alemão de grande influência no ocidente. Vindo de família protestante, era considerado bom aluno na escola.
Em 1864, estudou teologia e filosofia na Universidade de Bonn. Nomeado professor de filologia em 1869, deixou a vida acadêmica por um tempo entrando na vida militar, que só o abandonou depois de uma queda de cavalo.
Publicou livros como, “O Nascimentoda Tragédia pelo Espírito da Música” e “Assim Falou Zaratustra”. O pensamento de Nietzsche influenciou as idéias de “eugenismo”. Outras obras escritas pelo pensador foram “Além do Bem e do Mal” e “A Vontade de Poder”.

2.2 Entendendo a Filosofia e a Psicologia de Nietzsche

Falando sobre a filosofia de Nietzsche, em conformidade com Noffat Neto (1991), Giacóia Junior (2001) e Marques (2003),esta é uma filosofia dos afetos, das paixões e desejos, que contempla o individualismo, a força, a abundância e os instintos de vida. Filosofar não era uma atitude teórica e contemplativa para ele, mas uma atitude prática que se enraíza na vida, um ato de libertação de toda subjugação, de toda moral, de toda deformação e de tudo aquilo que nos prende a religiões, grupos e ideologias.
Num certoponto a filosofia nietzschiana se voltou para a psicologia. Nascimento (2006) registra que esse filósofo se autodenominava psicólogo e em muitas de suas obras encontra-se a denominação de psicologia na sua proposta filosófica.
Considerado primeiro psicólogo da história, Nietzsche compreende e utiliza a psicologia, nesses escritos, como instrumento de dissecação dos idealismos.
O filósofoentendia pelo termo psicologia não algo distinto da fisiologia, como um conhecimento sobre a alma, a subjetividade ou mesmo a psiquehumana, tal como esse ramo da ciência praticado na modernidade, baseada na relação entre o psíquico e o consciente, ou seja, como uma ciência da consciência subjetiva e, portanto, da subjetividade. Certo é que Nietzsche não desconhecia esse uso moderno, mas também não o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • NIETZSCHE E A PSICOLOGIA
  • A FILOSOFIA DE NIETZSCHE E A PSICOLOGIA
  • Nietzsche
  • Nietzsche
  • Resenha Crítica do Filme "Quando Nietzsche Chorou e do Capitulo de Psicanálise do Livro "Psicologias"
  • nietzsche
  • Nietzsche
  • nietzsche

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!