Psicologia - inteligência

Páginas: 5 (1034 palavras) Publicado: 3 de outubro de 2011
Muitos autores já tentaram definir o que seria a inteligência, mas nenhuma das definições conseguiu conceituar precisamente. Na maioria das tentativas, foi associada ao conceito de habilidade, esperteza e quantidade de conhecimento adquirido.
De acordo com o senso comum, a inteligência significa algo que qualifica uma pessoa para resolver problemas corretamente, para se adaptar a situaçõesnovas e para aprender.
Os psicólogos costumam distinguir três tipos ou três campos de atividade da inteligência: o abstrato, que se manifesta quando a pessoa lida com palavras, fórmulas, números e diagramas. A pessoa que possui essa inteligência é capaz de identificar as relações entre os símbolos e de resolver os problemas, o que não pode ser manifestado nos animais, o mecânico, como o próprio nomediz, possibilita a pessoa a lidar com máquinas entre outras coisas mecânicas, e também requer habilidade manual e coordenação. o social, que se revela nas atividades sociais e pessoais, e que também determina sua habilidade de se dar bem com as pessoas, fazer amigos com facilidade e usar o tato e a compreensão nas relações humanas.
De acordo com as concepções científicas sobre inteligência, nãoexistem muitas diferenças das do senso comum, o que é percebido no livro “Avaliação da Inteligência” em que Gohara Yehia diz em um
“simpósio sobre inteligência realizado em 1921, grande número de psicólogos expôs suas opiniões a respeito da natureza da inteligência. Alguns consideravam um indivíduo Inteligente na medida em que fosse capaz de um pensamento abstrato; para outros, a inteligênciaera a capacidade de se adaptar ao ambiente ou a capacidade de se adaptar as situações relativamente novas ou, ainda, a capacidade de aquisição de novos conhecimentos. Houve várias teorias sobre inteligência: as que postulavam a existência de uma inteligência geral, as que postulavam uma existência de várias faculdades diferenciadas e as que defendiam a existência de múltiplas aptidõesindependentes”.
A partir disso, os psicólogos dividiram o conceito de inteligência em diversas abordagens, possuindo cada bibliografia nomenclaturas distintas. Entretanto, não iremos nos aprofundar nessas abordagens devido à complexidade.
Em resumo, a inteligência seria um composto de habilidades e poderia ser medida por meio dos conhecidos testes psicológicos de inteligência.

HEREDITARIEDADE E AMBIENTEHá séculos os cientistas debatem se a mais poderosa influência sobre o desenvolvimento da inteligência é a hereditariedade ou o ambiente. Porém, percebeu-se que ambos são igualmente importantes, pois, por exemplo, o ambiente determina se a pessoa fala português, espanhol, russo ou outra língua, mas são os genes que dotam as pessoas de cordas vocais, um nível de controle dos músculos dos lábios, umtipo particular de cérebro processador de linguagem e outras estruturas físicas necessárias a esse tipo de comportamento. Então sentiu-se a necessidade de saber até que ponto somos influenciados pelas diferenças de genes herdados e pelas diferenças de ambiente. Para isso, foram realizados alguns estudos.
Para medir o efeito da hereditariedade de inteligência foram realizados estudos com gêmeosidênticos que tenham sido criados juntos, por meio da comparação dos resultados de testes de QI. A pontuação, nesses testes, de ambos foi muito próxima, pois além dos genes idênticos, eles cresceram em ambientes semelhantes, por exemplo: com os mesmos pais, na mesma casa, com os mesmos professores e provavelmente com os mesmos amigos também. Então, alguns pesquisadores, realizaram testes com gêmeosidênticos, mas que haviam sido separados antes de completarem seis meses de idade, para poder comprovar a existência da hereditariedade de inteligência, e perceberam que mesmo sendo criados em famílias e ambientes diferentes, eles apresentaram resultados muito semelhantes nos testes. Também houve outras evidências do papel da hereditariedade, por exemplo: descobriu-se que crianças adotadas têm...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia-inteligência emocional
  • Psicologia Forense
  • Psicologia inteligência musical
  • história da psicologia: inteligencia artificial
  • Artigo de psicologia da inteligencia segundo piaget e vygotsky
  • PSICOLOGIA COGNITIVA E SUAS DIMENSÕES: AFETIVAS, SOCIAIS E AS INTERFACES DAS INTELIGÊNCIAS MÚLTIPLAS
  • Inteligencia
  • Inteligência

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!