PSICOLOGIA EDUCACIONAL

Páginas: 13 (3111 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA
CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA
DISCIPLINA: PISCOLOGIA DA EDUCAÇÃO
PROFESSOR: ABEL SILVA BORGES
ALUNOS: JOICE TAÚ, JOSÉ AMORIM, RAFAEL CHASLES


A CONCEPÇÃO SÓCIO-HISTÓRICA EM PSICOLOGIA E A TEORIA HISTÓRICA CRÍTICA NO CAMPO DA EDUCAÇÃO

A Psicologia nasceu em 1875, concebida por Wilhelm Wundt (1832-1920), quecaracterizou a experiência consciente como um objeto de estudo próprio da nova ciência.  Já em seu nascimento a Psicologia carregava as contradições humanas. Wundt concebia o ser humano ao mesmo tempo como criatura e criador e o fenômeno psicológico como interno/externo, psíquico/orgânico, natural/social, etc. Diante desse caráter dicotômico, Wundt sugere, para superar a contradição, dois tipos dePsicologia: a Psicologia Experimental e a Psicologia Social. Esta dicotomia fará com que os estudos de seus seguidores fiquem sempre incompletos, pois sempre será enfatizado apenas um dos lados.
A Psicologia Sócio-Histórica, que tem como base a Psicologia Histórico-Cultural de Vigostki, e o método dialético que pode superar as visões dicotômicas da Psicologia tradicional positivista, pois sugere aunião das dicotomias. Segundo Bock “a Psicologia Sócio-Histórica carrega consigo a possibilidade de crítica”. Fundamentada no marxismo, adota o materialismo histórico como método.
Nesse sentido, concebe o homem como ativo, social e histórico. A sociedade, como produção histórica dos homens que, através do trabalho, produzem sua vida material. As idéias, como representações da realidade material.A realidade material, como fundada em contradições que se expressam nas idéias. E a história, como o movimento contraditório constante do fazer humano, no qual, a partir da base material, deve ser compreendida toda produção de idéia, incluindo ciência e psicologia. (BOCK, 2001)

O desenvolvimento humano não depende somente de suas características biológicas. Este desenvolvimento deu-seprincipalmente na constituição das sociedades de classes e na dominação do homem pelo homem, produzindo uma desigualdade que vai além dos fatores ambientais – a desigualdade econômica, fruto da divisão social do trabalho e do aparecimento da mercadoria, que irá instrumentar a capacidade criadora do homem.
Uma das principais características da sociedade capitalista é a constituição do individualismo.Entretanto, a sociedade moderna (de massas) produz uma ilusão na qual nos sentimos indivíduos quando somos obrigados a um consumo de massa que nos torna muito parecidos com todos os outros. Essa contradição entre individualismo e massificação é minimizada pelos meios de comunicação de massa, pelas agências socializadoras e pelas agências controladoras, que são responsáveis pela difusão e manutenção deum quadro de valores e crenças que instituem formas de controle.
Essa consciência coletiva distorcida pela presença dos valores e das crenças sociais (ideologia) transforma a aparência da diferença social em algo absolutamente normal, que seria a subjetividade capitalista. Dessa forma, a desigualdade social será vista apenas como mero efeito da meritocracia.
A visão da PsicologiaSócio-Histórica desnaturaliza o fenômeno psicológico, e a contextualiza com os padrões da sociedade moderna. Entendendo que existe uma ideologia liberal, no qual o homem deve posicionar-se como um ser individual, o estudo de Bock (1999) nega a existência do fenômeno psicológico como o oposto de um comportamento natural, caracterizando-o como um fenômeno social, uma fuga do padrão social, ou que surge diante dadificuldade do ser humano de enquadrar-se nesse sistema.  
Em termos gerais, a Psicologia-Histórica afirma que o fenômeno psicológico não pertence à natureza humana, pois só passa a existir quando emergem os ideais burgueses, e passa a ser um pensamento dominante na sociedade a ideia do “eu”, do individualismo.  Reflete, portanto, a condição social, econômica e cultural em que vivem os homens....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • psicologia educacional
  • Psicologia educacional
  • Psicologia educacional
  • Psicologia educacional
  • psicologia educacional
  • Psicologia Educacional
  • Psicologia educacional
  • Psicologia Educacional

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!