Psicologia Crítica

Páginas: 18 (4373 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS - INSTITUTO DE PSICOLOGIA
PSICOLOGIA SOCIAL II


Psicologia Crítica


INTRODUÇÃO

No final do século XIX, iniciam-se os primeiros estudos sobre fenômenos Psicossociais segundo Rodrigues, A.; Assmar, E. e Jablonski, B. (2000). Para Lane, S. (1985a) Após a Primeira Guerra Mundial, em função da necessidade dereconstrução das sociedades, para que se pudesse produzir mais, surgiram estudos sobre liderança, preconceito, atitudes, comunicação, relações pessoais etc.
De acordo com Lane (1985b) Do início dos anos 50 até o final dos anos 60, a Psicologia Social tradicional ou clássica – sob uma perspectiva cognitiva-comportamental praticada, principalmente, nos EUA – chegava ao seu ápice e as temáticasestudadas continuavam sendo as mesmas.
A Psicologia Social clássica tentou compreender a relação indivíduo-sociedade, através da descrição dos comportamentos sociais como fatos dados, ou seja, não-históricos. A partir daí procurou entender o comportamento do indivíduo na sociedade, fundamentalmente, através de causas internas no indivíduo. Desse modo, uma forte crítica feita à Psicologia Socialnorte-americana é a de que, apesar de reconhecer a mútua influência entre indivíduo e sociedade, acaba por construir uma separação entre estes dois fenómenos, ao buscar as determinações de comportamento do indivíduo “dentro” dele.
O objeto da Psicologia Social tradicional é a interação humana, que não é vista como processo histórico por esta abordagem. Dessa maneira, este objeto reflete uma noçãoestreita do social, sem levar em conta o conjunto das produções humanas que constroem a realidade social.
No final dos anos 60, os estudos da Psicologia Social, desenvolvida basicamente nos EUA, não respondem mais aos graves problemas sociais de violência, injustiça social, preconceito, individualismo, miséria etc. que acompanham a realidade de outros países. Assim, cai por terra a vontade dospsicólogos sociais norte-americanos de globalizar, através de leis universais, o conhecimento produzido nos EUA e, então, emerge a crise da Psicologia Social.
De acordo com Lane, S. (1985b) é na França e na Inglaterra que se iniciam, ao final da década de 60, críticas fortes à Psicologia Social tradicional, denunciando o seu caráter ideológico e, portanto, mantenedor de relações sociais injustas. Alémdisso, discute-se a possibilidade de uma Psicologia Social voltada para as condições próprias de cada país latino-americano.
Um grupo de psicólogos sociais brasileiros criou a Associação Brasileira de Psicologia Social. Uma nova Psicologia Social passou a ter compromisso com grupos e organizações populares. Desse modo, psicólogos sociais brasileiros começaram a produzir conhecimento científico comraízes na realidade brasileira e assim paravam de “importar” teorias que não se coadunavam com a realidade social do país, estabelecendo uma nova visão de Psicologia Social, sob uma perspectiva sócio-histórica.
A Psicologia Social crítica iniciava sua construção. Ela não busca mais leis universais como a Psicologia Social tradicional, mas conhecimentos particulares – produto da mediaçãoindivíduo e sociedade – que, entretanto, se estruturam em categorias universais, tais como: atividade, representação social, consciência social, identidade social e outras. É essa Psicologia essencial crítica que o presente trabalho aborda.

HISTÓRICO DA PSICOLOGIA SOCIAL CRÍTICA

A psicologia social crítica, segundo Ferreira (2011) nasce no próprio seio das influências das vertentessociologia e psicológica da psicologia social. A última, dominante nos Estados Unidos da América (EUA), criou no final dos anos 60, um Comitê Transcultural para buscar internacionalizar sua psicologia social na Europa e, posteriormente, na América Latina, fomentando a criação de comitês locais, patrocinando encontros de psicólogos e treinando esses mesmos profissionais. Já se discutia aí necessidade...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Psicologia
  • Resenha Critica Psicologia Juridica
  • Psicologia reflexão e crítica
  • Psicologia social critica
  • PSICOLOGIA ESCOLAR: TEORIAS CRÍTICAS
  • analise critica psicologia social
  • Psicologia da família
  • resenha critica de psicologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!