psicologia científica

Páginas: 26 (6295 palavras) Publicado: 18 de setembro de 2014
10

Psicokigza e Edtlcarao: DesafoJs TeOrico-Prdticos

TEXTO COMPL.o texto de Marisa Lopes da Barãoapresenta discussoes sobre 0
3 - As influências do Rocha de Münchhausen na
tedio instituido
Psicologia da Educação no processo educacional, polemizando a escola
Referência: disciplimiria que se organiza ao longo da era moderna, os conflitos
BOCK, A. M. da subjetividade contemporanea deMünchhausen na Psicologia da
B. As influências do Barão no tempo/espa~o das institui~oes
pedag6gicas e os desafios das transforma~oes da logica instituciona­
Educação. In: ROCHA, M. L.; escolar, por meio R.; abordagem micropolitica
lizada na dinamica SOUZA, M. P. da TAMANACHI, E. R. (Orgs.).
Psicologia eque vern facultando ao psicologo a constru~ao coletiva de novos
Educação: desafiosteórico-práticos. São Paulo: Casa do
referenciais de amilise e de a~ao para a comunidade educativa.
Psicólogo, 2000.
Finaimente, esperamos que a multiplicidade de questoes aqui
anunciadas possa potencializar a discussao sobre 0 sentido e a
finalidade da Psicologia, da Educa~ao e da rela~ao entre ambas,
quando e preciso enfrentar os desafios teorico-pniticos postos it
ciencia psicologica pela nova ordemmundial. E nesse contexto que
inserirnos a coletanea dos textos apresentados.
Elenita de Ricio Tanamachi,

Marilene Proenra Rebello de Souza e

Marisa Lopes da Rocha

Siio Paulo, 19 de outubro de 1999.


ktxBA r /-1·L.; fou~A /1YQ./ TA'ALAV"-\ L-tT I r.-.. ()
1\
'1 ~ K"

l
fJ

1"''1

I

/:
)
'-oQ.6~:,

~..
.,. \-"6, COLOG1'A i"::"
c:.

GD,;cAC(.4"S! vE'SAF,OSTEOf2\COrf(€)(;.

t:~~ ~/_::>~ (~A~A U:-J ~\t:d­

_._-_ _------_.
LD60 I ·ZOCO.
..

H:>A-·

._---------------------'

As Influencias do Bariio de

Munchhausen na

Psicologia da Educa{iio

Ana Merces Bahia Bock

De inicio, gostaria de esclarecer que este trabalho esta guiado
pelo principio de que e preciso transformar a Psicologia, seus saberes
e seus fazeres, possibilitandourn compromisso maior dos psicologos
com as reais necessidades de nossa popuIa~ao, e com a melhoria
fundamental das condi~oes de vida.
Esta nao e uma tarefa para poucos e menos ainda para pessoas
isoladas que se pens am capazes desse esfor~o individual. E trabalho
para muitos e deve ser resultante de urn esfor~o coletivo na constru~ao
de urn novo projeto de profissao.
Nesse sentido, areflexao aqui apresentada pretende ser uma
contribui~ao nesse campo, orientada pelo objetivo de olhar critic a­
mente a Psicologia, para retirar dessa reflexao novas possibilidades
cientificas e profissionais. Nao e, POitantO, uma reflexao que se apre­
sente pronta e acabada, mas e uma sintese possivel para 0 momento .
Em meu trabalho de doutorado, tive a oportunidade de refletir
sobre 0significado atribuido, pelos psicologos, ao fenomeno psicol6­
gico. Acreditava estar ai, nesse aspecto, urn dos maiores problemas
da Psicologia. A naturaliz~ao do psicologico, operada na Psicologia,
enquanto ciencia e enquanto profissao, seria 0 mecanismo mais
eficiente para deslocar a Psicologia da possibilidade real de contribuir

r

F
~

12

Psicologia e EdllcrtpiO: De)'lljiosleoricQ-Praticos

As InfillCt~cias do Barrio de Mlllich/JrtllSm

para a transfonna~ao social. Entend{amos como urgente fazer a crftica
a esse processo de naturaliza~ao, para que a visao do fenomeno
psicologico surgisse a partir da perspectiva historic a e, com ele,
viessem novas possibilidades para a Psicoiogia.
Assim, dispusemo-nos a estudar 0 significado que psicologos
atribuiam ao fenomenopsicologico e a visao de homem subjacente a
esses significados, assim como as concep~oes que possufam de saude
e do trabalho do psicologo; alem disso, buscamos tambem estudar 0
significado do fenomeno psicologico presente em publica~oes dos
orgaos da categoria, no perfodo de 1980 a 1995, que se constituiam
como referencia para os psicologos em Sao Paulo.
"Compreender 0 significado atribufdo ao...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • PSICOLOGIA CIENTIFICA
  • Psicologia Científica
  • psicologia científica
  • psicologia científica
  • PSICOLOGIA CIENTIFICA
  • PSICOLOGIA CIENTIFICA
  • Psicologia científica
  • Psicologia Científica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!