PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL

Páginas: 13 (3201 palavras) Publicado: 31 de março de 2014
PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL

1- Grupos Pioneiros e as primeiras escolas de Serviço Social

As obras caridosas mantidas pelo clero (e leigos) possuem uma longa tradição, remontando aos primórdios do período colonial. A parca e precária infra-estrutura hospitalar e assistencial existente até a fase bastante avançada do Império se deve quase exclusivamente á ação das ordens religiosaseuropeias que se implantam e disseminam pelo pais.
Os carlistas, ou Scallabrianos, por exemplo, se implantam no Brasil logo em seguida ás grandes ondas imigratórias que têm origem na Itália, para atuar juto aos seus compatriotas. Estes se constituíram no principal contigente de FORÇA DE TRABALHO, que veio a substituir o escravo nas grandes plantações e, posteriormente, constituir o mercado de trabalhourbano.
A participação do clero no controle direto do operariado industrial remonta, por sua vez, ao surgimento das primeiras grandes unidades insdustriais, em fins do século passado. E viva a presença de religiosos no próprio interior dessas unidades, que muitas vezes possuíam capelas próprias, onde diariamente os trabalhadores eram obrigados a assistir á missa e a outras liturgias. Nas VilaOperarias sua presença é constante. No plano sindical, com o apoio patronal, desenvolvem iniciativas assistências (mútuas etc.) e organizacionais visando contrapor-se ai sindicalismo autônomo de inspiração anarco-sindicalista. Na imprensa operária independente são frequentes as criticas á posição patronal e divisionista desses movimentos, cujos aderentes e mentores são ironicamente qualificados deamarelos e urubus.
No entanto, o que se poderia considerar como protoformas do Serviço Social, como hoje é entendido, tem sua base nas obras e instituições que começam a “brotar” após o fim da primeira Guerra Mundial.
O Tratado de Versailles procura estatuir internacionalmente uma nova politica social mais compreensiva relativamente a classe operária. É também o momento em que surgem e semultiplicam na Europa as escolas de Serviço Social. No plano interno, como foi visto, os grandes movimentos operários de 1917 a 1921 tornaram patente para a sociedade a existência da “questão social” e da necessidade de procurar soluções para resolvê-la, se não minorá-la.
As instituições assistenciais que surgem nesse momento, como associação das Senhoras Brasileiras (1920), no Rio de Janeiro, e a ligadas Senhoras Católicas (1923).
O surgimento dessas instituições se dá dentro da Primeira fase do movimento de “reação católica”, da divulgação do pensamento social da igreja e da formação das bases organizacionais e doutrinárias do apostolado laico. Tem em vista não o socorro aos indigentes, mas, já dentro de uma perspectiva embrionária de assistência preventiva, de apostolado social, atender eatenuar determinadas sequelas do desenvolvimento capitalista, principalmente no que se refere a menores e mulheres. É nesse período, também, que a incorporação da mulher á Força de Trabalho urbana deixa de ser “privilegio” das famílias operárias, passando a atingir também a parcelas da pequena burguesia.
A importância dessas instituições e obras, e de sua centralização, a partir da cúpula dahierarquia, não pode ser subestimada na análise da gênese do Serviço Social no Brasil.
A Sr. Estella de Faro, por exemplo, considerada como a grande pioneira do Serviço Social no Rio de Janeiro e figura preeminente da Ação Social na década de 1930, é, em 1922 – na qualidade de elemento de confiança de dom Sebastião Leme – a primeira coordenadora do ramo feminino da Confederação Católica.
O elementohumano e a base organizacional que viabilizarão o surgimento do Serviço Social se constituirão a partir da mescla entre as antigas Obras Sociais – que se diferenciavam criticamente da caridade tradicional – e os novos movimentos de apostolado social, especialmente, ambos englobados dentro da estrutura do Movimento Laico, impulsionado e controlado pelo hierarquia.

1.1 O Centro de estudos e Ação...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Protoformas do serviço social
  • Protoformas do servico social
  • PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL
  • Resumo Protoformas do Serviço Social
  • Protoformas do serviço social
  • PROTOFORMAS DO SERVIÇO SOCIAL BRASILEIRO
  • fichamento protoformas do serviço social
  • Protoformas do serviço social

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!