Projeto teoria das restrições

Páginas: 7 (1565 palavras) Publicado: 1 de maio de 2011
1 INTRODUÇÂO

A partir dos anos 90 com a liberação do mercado doméstico a indústria automobilística apresentou um bom desempenho nas análises das variáveis preços e importação de veículos, isso também foi devido as políticas de incentivos específicos, como os acordo das câmaras setoriais e o regimento automotivo. A abertura da economia brasileira nesse setor foi um dos fatores mais relevantesna determinação das mudanças recentes na indústria automobilística brasileira. Tudo isso contribuiu para que o Brasil criasse novos padrões de consumo e para que o comprador passasse a ser muito mais exigente na hora de adquirir um automóvel. O importado criou um novo gosto no consumidor Brasileiro.

2 DESENVOLVIMENTO

2.1 ABERTURA DO MERCADO BRASILEIRO AUTOMOBILISTICO

Com a abertura daeconomia brasileira a indústria automobilística sofreu varias mudanças, muitas empresas se fixaram no Brasil como montadora local associando-se a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Isso foi devido aos incentivos fiscais do governo brasileiro para a importação de veículos até o momento em que foi estabelecida a alíquota de 35%, havia um compromisso por parte dogoverno, de que ela seria fixada em 20%. Seria uma alíquota em comum com os demais países do Mercosul. Mas com essa fixação em 35% muitas empresas deixaram o país, como a Lada, a Mazda e a Hyundai Precision.
Essa alíquota, associada à alta do dólar, fez com que muitas marcas perdessem a competitividade. Mas as grandes, de peso internacional, continuam no Brasil.
A tabela abaixo mostra a evoluçãodas alíquotas de importação:

Data da alteração da aliquota | Alíquota do Imposto deImportação (%) | Legislação que Alterou aAlíquota |
Alíquota vigente em jan./90 | 65 | |
Maio de 1990 | 85 | Port. no 259/90 do MEFP |
Fevereiro de 1991 | 60 | Port. no 58/91 do MEFP |
Fevereiro de 1992 | 50 | Port. no 135/92 do MEFP |
Outubro de 1992 | 40 | |
Julho de 1993 | 35 | Port. no 506/94 doMF |
Setembro de 1994 | 20 | Decreto 1391/95 do MF |
Fevereiro de 1995 | 32 | Decreto 1427/95 do MF |
Março de 1995 | 70 | |
Janeiro de 1997 | 63 | |

A recessão mundial e a supervalorização do real fizeram com que as importações do setor automotivo no Brasil superassem as exportações pela primeira vez desde 1995, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pela Anfavea (AssociaçãoNacional dos Fabricantes de Veículos Automotores).   As unidades exportadas somaram 369,3 mil em 2009, contra 488,9 mil veículos importados --o maior número da história. O número de unidades importadas representa um acréscimo de 30,3% na comparação com 2008, aumentando a participação dos veículos vindos do exterior no mercado para 15,6%.

      Essa participação, segundo o presidente da Anfavea,Jackson Schneider, deve se manter em 2010, chegando a cerca de 544 mil unidades importadas neste ano. Questionado a respeito dos efeitos negativos desse crescimento para o mercado brasileiro, ele afirmou que "se o número permanecer e as exportações se recuperarem, é possível sobreviver". As exportações do setor registraram queda de 35,3% em 2009.

      De acordo com Schneider, o aumento dasimportações neste ano foi influenciado pelo cotação mais baixa do dólar, que está em torno de R$ 1,70, e pelos acordos comerciais fechados com países como Argentina e México.

      No ranking dos países que mais exportaram veículos para o Brasil, a Argentina ocupa o primeiro lugar, com 58% das importações, seguido pela Coreia, com cerca de 20% e o México, com 11%. "Além disso, o país se tornouum mercado muito atraente em um momento em que no mundo inteiro há capacidade ociosa nas indústrias", enquanto o mercado interno está forte por aqui, afirmou o presidente da Anfavea.

      Para Schneider, as montadoras instaladas no Brasil vão lutar para não perder participação nas vendas para os veículos importados. "Nos últimos dez meses, tivemos anúncios de grandes investimentos no setor...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Gerenciamento de projetos e processos através da teoria das restrições
  • Gerenciamento de projetos e processos através da teoria das restrições
  • Gerenciamento de projetos e processos atravez da teoria das restrições
  • teoria das restrições
  • Teoria das restricoes
  • Teoria da restrições
  • Teoria das Restriçoes
  • Teoria das restrições

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!