PRODUÇÃO DO CONEHCIMENTO

Páginas: 14 (3475 palavras) Publicado: 19 de setembro de 2013
CONSIDERAÇÕES SOBRE DESCARTES
Alexandre Koyré

CONSIDERAÇõES sOBRE DESCARTES

2a edição

Editorial Presença
TÍtulo original ENTRETIENS SUR DESCARTES (cç) Copyright Zditions Gallimard, 1963 Tradução de Hélder Godinho

Reservados todos os direitos para a língua portuguesa à Editorial Presença, LDa. Rua Augusto Gil, 35-A - 1000 LISBOA
1. O MUNDO INCERTO
Três séculos - e que séculos! -nos separam de Descartes e do Discurso do Método. Três séculos é muito tempo: para a história, para a ciência, para a técnica. Muito tempo para a vida. E muito pouco para o pensamento filosófico.

A filosofia, confessamo-lo ‘faz poucos «progressos». Ocupa-se de coisas simples, muito simples. Ocupa-se do ser, do conhecimento, do homem. Coisas simples e sempre actuais. Por isso as respostas dadaspelos grandes filósofos a estas questões tão simples permanecem importantes durante séculos, e mesmo durante milhares dê anos. A actualidade filosófica vem de tão longe como a. própria filosofia. E talvez não haja hoje pensamento filosófico mais actual que o de Descartes. Se não for o de Platão.

Toda a gente conhece o Discurso: todos o lemos. Temos a memória cheia das suas frases descuidadas eencantadoras, cheias de bonomia, de ironia e de sabedoria. Cheias também de «bom senso», daquele «bom. senso» que, e

9
Descartes que não leve a mal, ou, mais exactamente, de acordo com ele mesmo, é a coisa mais rara e mais preciosa do mundo.

Lembramo@nos de que «o bom senso é a coisa mais bem -partilhada do mundo, porque tordos pensam possuí-Ia tanto que mesmo os mais difíceis de -contentarem tudo o resto não costumam desejar mais que o que já têm». Apreciámos bem a ironia desta demonstração. Sabemos que o que é importante «não é ter o

espírito bom mas... aplicá-lo bem», e perguntámo-nos todos como é que isso era possível. Recordamo-nos de que é preciso ser firme e resoluto -na acção... «imitando nisso os viajantes que, estando perdidos nalguma floresta, não devem caminhar emcirculo... mas andar sempre o mais direito que possam para o mesmo

lado.--- porque deste modo, se não vão dar exactamente aonde desejam, chegarão sempre a

algum sítio onde verosimilmente estarão, melhor que no meio de uma floresta»; que «a leitura de todos os bons livros é como uma conversa com as pessoas de bem dos séculos passados», e que «não se poderia imaginar nada de tão estranho e de tãopouco crível que não tenha sido dito por algum filósofo».

Desde há três séculos que todos somos, directa ou indirectamente, alimentados pelo pensamento cartesiano, dado que, desde há três séculos justamente, todo o pensamento europeu, todo o pensamento filosófico, pelo menos, se

orienta e se determina em relação a Descartes.

10
Por isso, é-nos extremamente difícil darmo-nos conta daimportância e da novidade da obra ,de Descartes: uma das mais profundas revoluções intelectuais, e mesmo espirituais, que a

humanidade já conheceu, conquista decisiva do espírito por si próprio, vitória decisiva na estrada dura e árdua que leva o homem à libertação espiritual, à liberdade da razão e da verdade. Ainda mais difícil, senão inteiramente impossível, é imaginarmos a impressão produzidapelo Discurso nos que o liam-há três séculos -pela primeira vez.

Três séculos, digamo-lo de novo, é muito. E embora os problemas filosóficos sejam de facto eternos, não é menos verdade que os

interesses espirituais dos contemporâneos de Descartes diferiam profundamente dos nossos

interesses espirituais. Por isso, o que eles procuravam nesse livro era uma coisa completamente diferentedaquilo que nós ai procuramos.

De resto, o Discurso do Método que eles **p~uíam, o que saiu da imprensa de Jean Maire, em Leyde, no ‘dia 5 de Junho do ano de 1637, era muito diferente do que nós lei-nos hoje. O Discurso do Método não era para eles o que é para nós.

Para nós, o Discurso do Método é um livrinho encantador que contém sobretudo e antes de mais uma autobiografia espiritual de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A produção do conehcimento pobrza e temas a fim no brasil
  • Gestao do conehcimento
  • Teoria Do Conehcimento
  • Gestao do conehcimento
  • Resumo dos conehcimentos especificos do bndes
  • PRODUÇÃO
  • Produção
  • produção

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!