Processos discretos e continuos da produção

Páginas: 11 (2514 palavras) Publicado: 25 de novembro de 2014
Faculdade Pitágoras
Novembro/2014

Ana Paula
Ângela
Felipe
Glauber
Michelli

Tecelagem é o ato de tecer,
entrelaçar fios de trama (transversal)
e urdume, ou urdidura, (longitudinal)
formando tecido plano.

O ato de tecer é muito antigo,
estima que o tear tenha sido
inventado a mais de 6.000
anos, pois o homem começou
a utilizar o conhecimento com
a cestaria, utilizandofibras
flexíveis como algodão, linho
e
lã,
para
começar
a
desenvolver
vestimentas.
Assim o homem, esticando
estes fios, amarrados entre
uma árvore e o próprio corpo,
alternando
a
trama,
improvisou o tear.

E até acontecer à
Revolução Industrial, a
forma de tecer era manual,
a partir do século XVIII, o
curso da área Têxtil
começou mudar. Pois a
Revolução buscava alterar
aforma da força humana,
animal e natural pela força
mecânica.

Após a invenção da máquina a vapor,
surgiram o teares elétricos. E a área Têxtil
foi pioneira também na criação de um
sistema binário, através dos cartões
perfurados que são usados nos teares que
utilizam o sistema Jacquard. Com toda a
estrutura dos teares iniciais, como
abertura de cala, inserção de trama e a
batida dopente.

1733: Invenção da lançadeira volante, por John Kay.
1760-1850: 1ª etapa da Revolução Industrial.
1764: Invenção da spinning Jenny, por Jeames
Hargreaves.
1768: James Watt inventa a máquina a vapor.
1769: Invenção da water frame, por Richard Arkwright.

1779: Invenção da mule, por Samuel Crompton.
1785: Edmund Cartwright inventa o tear mecânico.
1850-1900: 2ª etapa da RevoluçãoIndustrial.
1900: 3ª etapa da Revolução Industrial.

E nesse mesmo século, as descobertas na
área têxtil continuaram, mas o grande
destaque foi de John C. Brooks, que de
1911 a 1921, que desenvolveu várias
patentes de teares com inserção
pneumática (jato de ar). Mas Brooks
sempre se preocupou com a perfeição das
ourelas e com as misturas das tramas,
para obter um tecido perfeito. Depois da máquina a vapor, vieram os teares
elétricos.A indústria têxtil também foi
pioneira em criação de dispositivos binários,
através de cartões perfurados usados nos
teares de Jacquard. Todos com a mesma
estrutura inicial, e a mesma movimentação
para que ocorra produção :
1º – A abertura da Cala;
2º – A inserção da trama;

3º A batida do pente.

Os teares elétricos produzem hojeaté 1500 fios de trama por
minuto, a velocidade deles é variável através de inversor, sua
carreteira é idealizada para trabalhar com 24 carretéis, tem um
sistema de lubrificação através de bomba mecânica e sua fonte
de alimentação vai do motor monofásico, bifásico ao trifásico. As
infinitas correias e roldanas que caracterizavam as oficinas de
tecelagem do século XX foram a partir de 1920substituídos por
teares individuais movidos a motores elétricos. Os teares ficaram
mais longos e largos buscando cada vez mais a elevação
constante da velocidade na entrada do fio da trama. Ou seja,
todos os teares são mecânicos, o que mudou, ao longo de sua
história, foram o processos para se produzir mais rápido,
aumentando assim a produção para os que estavam interessados
em se aprimorar natécnica de tecer,porque a técnica sobreviveu.

Na atualidade empresas de
grande porte apresentam seus
novos lançamentos no ramo da
tecelagem.

Novo tear JAT810 Toyota já disponível
no Brasil.

Na indústria têxtil as fibras têxteis é a principal matériaprima do setor. Elas são preparadas a fim de resultar em
produtos finais como fios, tecidos, malhas, feltros, entre
outros materiais. As fibras podem ser encontradas na forma natural ou
quimicamente modificadas. As naturais são
subdivididas em: Animal, Mineral e Vegetal. Já as
quimicamente modificadas são classificadas como
Artificial e Sintética.
Existem propriedades que determinam as
características das fibras têxteis como o comprimento,
resistência, flexibilidade, elasticidade, umidade entre
outras.

No...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Processos contínuos e discretos da produção
  • Processos Discretos e Contínuos da Produção
  • PROCESSOS PRODUTIVOS DISCRETOS E CONTÍNUOS
  • PROCESSO DISCRETOS CONTINUO DA PRODU AO
  • Processo discreto de produção
  • Processos discretos de produção
  • Processos contínuos de Produção
  • modelos discretos e continuos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!