PROCESSO CRIATIVO

Páginas: 33 (8197 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
Ana Carolina de Souza
Bierrenbach
Orientadora:
Prof. Dr. Antoni Ramón i Graells

e

NTR e AD u LTOS

e

CRIANÇAS:

CONSID e RAÇÕ e S SOBR e O
PROC e SSO CRIATIVO DE
LINA BO BARDI

pós-

044

Re sumo
Este artigo pretende examinar o processo criativo de Lina Bo
Bardi e relacioná-lo com suas concepções arquitetônicas. Para
realizar esse exame, estabelece uma conexão entre aprodução
de sua arquitetura e os modos como os adultos e as crianças
atuam no mundo e assimilam-no. Essa relação se mostra
fecunda para a compreensão da arquitetura de Lina Bo Bardi.

Palavras-chave
Lina Bo Bardi, processo criativo arquitetônico, arquitetura
moderna brasileira.

pós v.15 n.24 • são paulo • dez embro 20 08

E NTRE

ADULTOS Y NIÑOS:

CONSIDERACIONES SOBRE EL
PROCESOCREATIVO DE
LINA BO BARDI

Resumen
En este artículo se propone examinar el proceso creativo de
Lina Bo Bardi y relacionarlo con sus concepciones
arquitectónicas. Para efectuar ese examen, se establece una
conexión entre la producción de su arquitectura y los modos
como los adultos y los niños actuan en el mundo y lo asimilan.
Esa relación se muestra fecunda para la comprensión de laarquitectura de Lina Bo Bardi.

Palabras clave
Lina Bo Bardi, proceso creativo arquitectónico, arquitectura
moderna brasileña.

artigo s • p. 04 4-061

045

pós-

B ETWEEN

ADULTS AND CHILDREN:

CONSIDERATIONS OF LINA BO
BARDI’S CREATIVE PROCESS

pós-

046

Abstract
This paper discusses Lina Bo Bardi’s creative process and
compares it to her architectural creations. In orderto do so,
this article associates her work and the way in which adults
and children behave and assimilate in the world. This
association proves very useful for our understanding of Lina Bo
Bardi’s architecture.

Key words
Lina Bo Bardi, creative process in architecture, brazilian
modern architecture.

pós v.15 n.24 • são paulo • dez embro 20 08

(2) Sobre as diversas
maneiras decompreender
a infância, consultar:
GAGENBIN, Jeanne Marie.
Infância e pensamento .
Sete aulas sobre
linguagem, memória e
história. Rio de Janeiro:
Imago, p. 169-183, 1997.

artigo s • p. 04 4-061

pós-

047

(1) Texto original em
espanhol traduzido pela
autora. O livro foi escrito
por Carol Dunlop e Julio
Cortázar, mas o texto
transcrito é de autoria do
segundo.

Ao examinar osmodos de atuação de Lina Bo Bardi, prestando-se atenção
às diversas etapas de seus processos de criação, nas permanências e
transformações que acontecem em seus projetos, é possível notar que não existe
uma maneira única de fazer-se arquitetura. Entre suas concepções iniciais, seus
desenhos intermediários e suas realizações finais são realizadas diferentes opções
projetuais com importantesrelações com as próprias concepções arquitetônicas.
Esses modos de fazer arquitetura possuem conexões com as posturas dos
adultos e das crianças em relação ao mundo. Para entender essas maneiras de
realizar arquitetura e suas vinculações com as atitudes de pessoas de diferentes
gerações, observemos como os adultos e as crianças interagem. Como os adultos
compreendem o universo infantil? Comointerferem nele? Como as crianças
reagem a essa interferência? Para perceber como acontecem essas relações,
tomemos emprestadas as palavras do escritor Julio Cortázar:
“Observadas desde a perspectiva da infância (ou ao menos a partir da
lembrança que se tem desse momento), quando brincar é uma
obrigação, as regras que determinavam as brincadeiras pareciam existir
desde tempos imemoriais, e sealguém se aventurava a mostrar que
tinham sido inventadas... Atenção, criança subversiva! Entrar na
brincadeira, quando não eram brincadeiras de fantasia, como ‘eu serei
o rei e você o índio’, pois assim as ‘regras’ flutuavam ao ritmo da
imaginação – mas só as amizades muito sólidas sobreviviam a elas –
era, talvez, a aprendizagem menos dolorosa dessa perda de liberdade
que associamos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • processo criativo
  • Processo Criativo
  • processo criativo
  • Processo Criativo
  • Processo criativo
  • PROCESSO CRIATIVO
  • O Processo Criativo
  • Processo criativo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!