Problemas ambientais

Páginas: 19 (4566 palavras) Publicado: 27 de abril de 2013
Descarte tem lugar certo

Jogar medicamentos vencidos no lixo comum é um problema socioambiental econômico e de saúde, que necessita da atenção de governos, empresas, entidades e da sociedade Para criar soluções e incentivar o descarte consciente. O Brasil é o sétimo mercado mundial em volume de medicamentos vendidos e estima-se que por ano joga-se fora 10 mil a 28 mil toneladas no lixo comum,seja medicamentos vencidos ou que sobraram de um tratamento. O fato é que uma atitude que parece tão "normal" - jogar algo que não serve mais fora - vem agredindo não somente o meio ambiente como também comprometendo a saúde do ser humano.
Esse descarte aleatório, no lixo comum ou na rede pública de esgoto pode trazer como consequências a contaminação da água, do solo e de animais. Osmedicamentos, segundo as estatísticas divulgadas pelo Sistema Nacional de Informações Tóxico-farma-cológicas (Sinitox), ocupam o primeiro lugar, em relação às intoxicações domiciliares, no conjunto dos 13 agentes tóxicos considerados.
O Chefe do Núcleo de Regulação e Boas Práticas Regulatórias (Nureg) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Gustavo Henrique Trindade da Silva, alerta que, apóso uso, o que sobrar dos medicamentos deve ser descartado de forma correta, evitando o acesso de outras pessoas que não a medicada por médico ou dentista. “No meio ambiente já foram detectados vários princípios ativos de medicamentos, o que tem causado, por exemplo, modificação na relação entre machos e fêmeas de alguns peixes, por causa da presença de hormônios femininos.
A presença destesfármacos no meio ambiente está relacionada, principalmente, com o próprio uso dos medicamentos, pois parte dos fármacos ingeridos é excretada pelo homem ou pelo animal sem ser metabolizada. Com o aumento do uso de medicamentos (humanos e animais) a tendência do problema é aumentar”, diz. Silva defende que é preciso informar à população o uso racional dos medicamentos, assim como implantar a vendafracionada, para que o uso se faça somente quando necessário e na quantidade suficiente para o tratamento. “O controle da venda de antibióticos, com retenção da receita, vai ao encontro destas ideias citadas.
A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) traz uma preocupação com a saúde e o meio ambiente numa perspectiva sistêmica, mais abrangente que as visões fragmentadas ou setoriais sobre osresíduos de um modo geral. Há uma preocupação presente, atual, mas também com olhar para as futuras gerações”, completa.
Quando descartado no lixo comum, o medicamento vai parar nos aterros sanitários e aí há outro problema social grave que é a situação de quem vive dos lixões no Brasil. Infelizmente ao revirar o lixo em busca de algo que possa render algum dinheiro, essas pessoas ao encontrar osmedicamentos descartados podem ingeri-los, colocando sua saúde em sério risco. “O medicamento vencido é um perigo potencial para crianças. A mortalidade infantil por toxicidade é alta no Brasil. Então estamos falando de um problema social grave. Nos lixões os catadores correm riscos e lembramos que nesses lugares há crianças também”, alerta o presidente da BHS Brasil, José F. Agostini Roxo.

Brasilprecisa de uma legislação específica para o assunto

Desde 2008, a Anvisa vem discutindo a questão do descarte adequado de medicamentos e um dos avanços foi a RDC no 44/2009, que estabeleceu que as farmácias e drogarias poderiam participar de programas de coleta de medicamentos descartados pela comunidade, com vistas a preservar a saúde pública e a qualidade do meio ambiente, desde que autorizadospelas Vigilâncias Sanitárias locais. “Os medicamentos controlados, de acordo com a Portaria 344, de 1998, devem ser descartados conforme orientação dos órgãos de vigilância sanitária locais. Desde então, vêm sendo desenvolvidas diversas iniciativas de coleta de resíduos de medicamentos por vários estabelecimentos de saúde, como farmácias, drogarias, universidades e hospitais em muitos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • problemas ambientais
  • Problemas Ambientais
  • Problemas ambientais
  • PROBLEMAS AMBIENTAIS
  • Problemas ambientais
  • problemas ambientais
  • Problemas ambientais
  • Problemas Ambientais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!