Principe - Maquiavel (Resumo por capítulo)

Páginas: 19 (4541 palavras) Publicado: 3 de outubro de 2014
CAPÍTULO I: DE QUANTAS ESPÉCIES SÃO OS PRINCIPADOS E DE QUE MODO SE ADQUIREM
Todos os governos e Estados que possuíram ou possuem autoridade sobre homens, foram repúblicas ou principados. Os domínios obtidos dessa maneira deveriam se acostumar a viver ou submetidos a um príncipe ou a ser livre.
CAPÍTULO II: DOS PRINCIPADOS HEREDITÁRIOS
Para a preservação dos Estados hereditários onde asdificuldades são menores, visto que já está habituada a linguagem de um príncipe, é necessário que se possua um príncipe dotado de extraordinária capacidade, assim sempre estará no poder e mesmo que uma força o destitua este volta a conquistá-lo.
CAPÍTULO III: DOS PRINCIPADOS MISTOS
Nos principados novos residem as dificuldades. Estados conquistados ou anexos a um Estado antigo, ou pertencem à mesmaprovíncia, ou a mesma língua, ou não pertencem a ele. Quando pertencem é fácil mantê-lo, quando não o pertencem surgem dificuldades e é preciso que haja boa sorte e habilidade para mantê-los. É necessário que se instale colônias em um ou em dois pontos.
Regra geral que nunca ou raramente falha: “quem é causa do poderio de alguém arruinar, porque este poder resulta ou da astúcia ou da força e ambassão suspeitas para aquele que se torna poderoso”.
CAPÍTULO IV: POR QUE O REINO DE DARIO, OCUPADO POR ALEXANDRE, NÃO SE REBELOU CONTRA SEUS SUCESSOS APÓS A MORTE DESTE
Os principados que se conservam memória eram governados de duas formas, ou por um príncipe ou por um príncipe e por barões. Os barões possuíam Estados e súditos próprios que os reconheciam por senhores e dedicava afeição. Osprincipados que eram governados por um príncipe e servos, o tinham como maior autoridade, pois em toda sua província apenas ele era reconhecido como chefe e seus súditos casos dedicassem obediência a outro, era feito devido sua posição e não por amor.
CAPÍTULO V: DE QUE MODO SE DEVAM GOVERNAR AS CIDADES OU PRINCIPADOS QUE, ANTES DE SEREM OCUPADOS, VIVIAM COM AS SUAS PRÓPRIAS LEIS
Os Estadosconquistados já se encontram habituados a viver com suas próprias leis e em liberdade, então há três formas de conservá-los. Primeiramente pode-se arruiná-los, segundo ir habitá-los, terceiro deixá-los viver com suas leis, arrecadando tributos e criando um governo de poucos para que se tornem amigos. Preservar uma cidade acostumada a viver livre só é possível conservá-la por intermédio de seus cidadãos.Na verdade não existe meio seguro de conservar uma conquista que não seja com destruição. Caso quem conquiste uma cidade e não a destrua estará esperando para ser destruído por ela. Quando as cidades encontram-se acostumadas a viver sob a dinastia de um príncipe e esta é extinta, torna-se difícil um acordo para a escolha de um novo príncipe, pois os cidadãos não sabem viver em liberdade, sendoassim, facilmente poderá um príncipe apoderar-se delas.
CAPITULO VI: DOS PRINCIPADOS NOVOS QUE SE CONQUISTAM COM AS ARMAS PRÓPRIAS E VIRTUOSAMENTE
Em um principado completamente novo encontra-se maior ou menor dificuldade para mantê-lo, pólo fato de ser mais ou menos virtuoso quem o conquiste. Para tornar-se príncipe é preciso virtude ou boa sorte. Quanto menos apoiarem-se na sorte mais seguramentese manterá no poder. Se o príncipe não possuir outros Estados, mais facilmente se manterá no poder indo habitá-lo.
Aqueles que se tornam príncipes por suas virtudes conquistam com dificuldades o principado, porém facilmente o conservam. Os obstáculos que poderão se apresentar ao conquistar um principado decorre das novas disposições e sistemas de governo que são introduzidos para formar o Estadoe estabelecer sua segurança. Levando-se me consideração que não existe coisa mais difícil de cuidar, nem mais duvidosa de conseguir, nem mais perigosa de manejar que tornar-se chefe e introduzir ordens novas.
Portanto é preciso estar preparado para que quando não mais acreditem se possa fazer com que creiam pela força, do contrário encontrarão grandes dificuldades em conduzir os perigos que...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo de Capitulo principe de maquiavel
  • Resumo por capítulos
  • Maquiavel
  • O Principe (Maquiavel) resumo capitulo VI ao X
  • O príncipe Maquiavel resumo capítulos 18, 19 e 20
  • resumo capitulos 11, 12 e 13 do principe-maquiavel
  • Maquiavel, O Príncipe (resumo por capítulos, parecer crítico e glossário)
  • Resumo O príncipe-Maquiavel, capitulo 5º ao 10º

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!