Primeira historia da criação

Páginas: 9 (2131 palavras) Publicado: 7 de maio de 2011
A Primeira História da Criação

Gênero Literário

A Dei Verbum (Dv 12) afirma que “para descobrir a intenção dos textos da Sagrada Escritura, devem se levar em conta, entre outras coisas, também os gêneros literários”.Pensando assim, que tipo de narrativa encontramos nos primeiros capítulos do livro do Genesis, “histórias” no sentido de relatos “historiográficos” ou de “histórias” nosentido “narrativos poéticos”?
Sendo que existem duas narrativas diferentes sobre a criação do mundo Gn 1,1-2 4a e Gn 2,4b-25 , que trabalham texto com imagens diferentes e até concorrentes. Ver desta forma que o redator final compreendeu os textos com narrativas poéticas que tem o direito de trabalhar com imagens diferentes.

Estrutura da Criação

|Gn1,1 |No início Deuscriou os Céus e a Terra |
|Gn 1,2-5 |1° Dia - A Luz |
|Gn 1,6-8 |2° Dia - O Firmamento |
|Gn 1,9-13 |3° Dia - Terra Firme e Plantas |
|Gn 1,14-19 |4° Dia - Os Luminares Celestes|
|Gn 1,20-23 |5° Dia - Os Seres Vivos |
|Gn 1,24-31 |6° Dia - Os Animais Terrestres e o Ser Humano |
|Gn 2,1 |Assim Foram Terminados os Céus e a Terra |
|Gn 2, 2-3 |7° Dia - Repouso|

.

A Origem do Céu e da Terra

Este primeiro relato das origens do mundo e do ser humano, é uma verdadeira “cosmogonia”, pretende mostrar o mundo como uma estrutura bem ordenada que foi chamada à existência sob as ordens de Deus.
Este texto tão simples se tornou assunto de debates profundo na teologia e na filosofia dos séculossubseqüentes, até as controvérsias das ciências naturais de nossa época.
É preciso ler atentamente frase ou até palavra por palavra para descobrirmos a expressividade e a construção artística do texto, só assim percebemos o que ele nos diz e o que nos fala.

Genesis 1,1 – No princípio Deus criou o céu e a terra

Céus e terra são dois extremos, que incluem todas as realidadesexistentes no meio deles. Portanto, o conceito de céus e terra significa tudo. Assim este versículo pode ser visto como o resumo de toda a narrativa da criação. Esta é uma das formas de expressão típica do hebraico, que não possui nenhuma palavra para indicar totalidade abrangente que pretende com duas palavras, descrever um conjunto.

Primeiro dia
A luz (Gn. 1,3-5)

Em primeiro lugarDeus criou a luz sem que, no mundo planejado por ele, já existisse seja o tempo, seja a vida. É a mais breve descrição de uma criação.
V.3 – Deus disse: “Haja a luz” houve luz com monumental brevidade, se diz “Haja-houve”, para obras posteriores seja mencionado um “fazer” ou “criar”, “Deus disse”, é o constante refrão dessa história da criação que recebe como resposta um “e assim sefez”.

V.4 Deus viu que a luz era boa, e Deus separou a luz das trevas. Ver significa “avaliar positivamente”, ou seja, Deus está satisfeito com o resultado.
Boa, que dizer “bela”, salutar, propícia.
Com a avaliação positiva houve uma separação e Deus chamou a luz dia e as trevas noite.
Com a distinção luz, noite, surge um mundo organizado, no qual cada coisa tem o seulugar e sua tarefa específica.
V.5 Houve uma tarde e uma manhã primeiro dia.

Segundo dia
A abobada celeste (Gn. 1,6-8)

V.6 Deus disse: “Haja um firmamento no meio das águas e que ele separe as águas das águas”. Deus fez o firmamento que separa as águas que estão sob o firmamento das águas que estão acima do firmamento. E assim se fez.
A função do firmamento era...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • a historia da criação
  • História da criação
  • TRABALHO HISTÓRIA criação do mundo
  • Hístória da criação das pontes
  • A verdadeira história da criação
  • História da criação dos shoppings (mulheres)
  • Primeiras previsões do tempo da história
  • A primeira história do Brasil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!