Presença calvinista no brasil “a frança antártica”

Páginas: 7 (1746 palavras) Publicado: 2 de abril de 2013
Presença calvinista no Brasil “A França Antártica”


Henrique Lopes Vigela
Graduando do curso de História, USC-Bauru


Resumo:
Nas primeiras décadas de seu descobrimento, o Brasil foi alvo do interesse diversas nações européias, entre elas a França. Com o auxilio de Gespard de Coligny, líder huguenote e do apoio do então rei da França Henrique II, o vice-almirante da Bretanha, NicolasDurand de Villegaignon (1510-1572), comandou uma expedição de interesse político e econômico. Desembarcou e invadiu a região onde hoje se localiza a Baía da Guanabara em novembro de 1555. Simpático à causa de Coligny, Villegaignon não cria apenas a França antártica, mais a transforma em um refugio para os reformistas de Calvino, vitimas da intolerância e perseguições dos católicos.

PalavraChave:
1. França Antártica
2. João Calvino
3. Villegaignon
4. Protestantes no Brasil

Chegando à baía de Guanabara em 10 de novembro de 1555, após tomar posse da ilha de Serigipe, hoje ilha de Villegaignon que foi escolhida como local de estabelecimento da principal defesa da recém criada França Antártica. Para esse fim, Villegaignon que tratava-se alem do mais, de um chefe naval experiência erenome adquiridos em outras empreitadas, conhecedor de técnica de fortificações, desde a expedição de Carlos V, contra Alger, foram providenciados alojamentos em terra e desembarcados homens, armas, munições e ferramentas. Apesar das dificuldades com a mão-de-obra européia, uma fortificação foi concluída em três meses, o forte Coligny, com a ajuda dos índios Tamoios que simpatizavam com osfranceses, pois tinhas a idéia de que estes os ajudariam a se livrarem dos portugueses.

“Esses nativos disseram-nos, na sua língua que éramos bem vindos, ofereceram-nos alguns presentes e aclamaram-nos como aqueles que iriam defendê-los dos portugueses e de outros dos seus inimigos capitais.” (Carvalho, J. Marcel. 1999, p.22.)

O almirante transformando os índios tamoios em seus valiosos aliados, jáque os portugueses não o conseguiram, utilizando-os como Mao de obra e na luta contra os portugueses deu-se inicio a aliança com a Confederação dos Tamoios, contando com o apoio dos caciques guerreiros Cunhambebe e Aimberê, inimigos dos lusos.
O trabalho de organização da frança antártica implicaria, entretanto, em enfrentar muitos problemas, a começar pela idéia de aproveitar os índios para osserviços necessários, Mao de obra, juntamente com os franceses, mantendo a todos a rigidez da disciplina a cumprir, já que os indígenas do Brasil não estavam aptos ao trabalho e sim ao ócio e ao prazer. A convivência dos brancos com os aborígenes criaria problemas difíceis.
Uma solução era, já que Sendo inicialmente simpático à causa da Reforma e procurando elevar o nível moral e espiritual dasua colônia, Villegaignon escreveu à João Calvino, grande nome da Reforma na Suíça e na França, solicitando o envio de colonos protestantes. A Igreja Reformada de Genebra atendeu prontamente ao pedido, enviando um grupo de evangélicos sob a liderança de dois pastores, Pierre Richier e Guillaume Chartier.
A nova expedição chegou à Baía da Guanabara no dia 7 de março de 1557. Três dias depois, a 10de março, os colonos desembarcaram na pequena ilha (Forte Coligny) e realizaram o primeiro culto protestante no Brasil e possivelmente no Novo Mundo. O oficiante foi Pierre Richier, que, acompanhado de todos, cantou o Salmo 5. Em seguida, o referido pastor pregou um sermão No domingo 21 de março houve a primeira celebração da Santa Ceia.
Graças ao prestigio de Coligny, alem do grupo evangélico anova expedição contava com uma frota de três navios colocada sobre o comando de seu sobrinho, de Boissy, Senhor de Bois-le-Comte. Com trezentos homens, operários e quatorze pregadores da doutrina reformista, alguns escolhidos diretamente por Calvino.
Em uma carta escrita em março do ano de 1557 e destinada a Calvino o Vice-Almirante da Bretanha, Nicolas Durand de Villegaignon, agradece a...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A França Antártica
  • Presença digital. Guarana Antártica.
  • A França Antártica Villegagnon
  • A presença da Africa no Brasil
  • Transformações no Brasil com a presença da Corte
  • Imprecionismo na frança e no brasil
  • relaçoes brasil e frança
  • Politica cultura frança e brasil

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!