Portugal

Páginas: 11 (2649 palavras) Publicado: 20 de outubro de 2014
A FORMAÇÃO DE PORTUGAL
Tanto a monarquia portuguesa como a espanhola se formaram durante as lutas dos cristãos para expulsar os árabes muçulmanos da península ibérica.Essas lutas são chamadas de reconquista pois o objetivo dos cristãos era justamente reconquistar as terras perdidas para os árabes.com a invasão dos árabes muçulmanos os cristãos foram viver no norte da península ibérica fundaramos reinos de leão, Castela, narrava e Aragão. A partir do século IX animados pelo espírito das cruzadas e pelas desavenças entre os próprios muçulmanos, os cristãos iniciaram as lutas de reconquista.
No século XI o nobre Henrique de Borba ganhou do rei leão e Castela como recompensa pela sua participação na luta contra os árabes uma faixa de terra: o condado do potucalense.seu filho e herdeiroAfonso Henriques continuou a combate os árabes e ao mesmo tempo liderou a luta para conseguir a independência do condado.em 1139 ele alcançou seu próprio objetivo tornando-se ele próprio o primeiro rei de Portugal.
A FORMAÇÃO DA ESPANHA
Na região vizinha a Portugal as lutas dos cristãos contra os árabes muçulmanos eram lideradas pelos reinos cristãos Aragão e Castela .ambos possuíam cidadesportuárias movimentadas como barcelona e uma burguesia prospera que colaborava fornecendo dinheiro a luta contra os árabes.
Em 1469 ocorreu um fato decisivo pra o processo que estamos estudando: os reiscristãos Fernando de Aragão e Isabel de Castela casaram-se uniram suas terras e seus esforços no combate aos árabes.Em 1492 os exércitos de Fernando de Aragão e Isabel de Castela ampliaram seu território reconquistando granada o ultimo reduto árabe na península ibérica.Anos depois com a conquista de narrava completou-se a formação do reino da Espanha.
A FORMAÇÃO DA INGLATERRA
No século XIGuilherme o conquistador duque da Normandia (região do norte da frança), conquistou a Inglaterra e tornou-se seu primeiro rei com o titulo de Guilherme I. Durante seu reinado ele exigiu que toda a nobreza lhe jurasse fidelidade proibiu as guerras particulares entre os nobres e nomeou funcionários reais para administrar os condados.
Com a morte de Guilherme o trono da Inglaterra foi herdado porHenrique II que deu continuidade a centralização do poder exigido que todas as questões fossem julgadas por tribunais reais e não pelos da nobreza seu sucessor Ricardo coração de leão passou a maior parte do tempo fora do pais lutando nas cruzadas ou disputando terra com o rei da frança fatos que enfraqueceram a autoridade real.
O rei João Sem-Terra irmão e sucessor de Ricardo autorizou sucessivosaumentos de impostos para cobrir gastos militares.Os nobres (barões e condes) reagiram a isso e obrigaram João sem-terra a assinar a magna carta (1215).
A FORMAÇÃO DA FRANÇA
Na frança o primeiro rei a conseguir impor a sua autoridade a todos os grupos sociais foi Felipe augusto (1165-1223). Esse rei conquistou feudo imensos casando-se por interesse comprando terras dos nobres e usando a força de umexercito profissional assalariando para fortalecer o poder real.
Luis IX também contribuiu para a centralização do poder na frança ordenando que a moeda real fosse aceita em todo território e permitido que todo aquele fosse condenado pelo tribunal dos senhores feudais recorresse a um tribunal do rei.
Filipe IV,o belo deu continuidade a centralização política exigindo que o clero também pagasseimpostos. Como o papa se opôs a essa decisão Felipe convocou os estados gerais isto e uma assembléia formada por representantes da nobreza do clero e da burguesia.
Outro fator de fortalecimento do poder real na Europa foi a guerra dos cem anos: Conflitos armado entre a frança e a Inglaterra que na verdade durou 116 anos. Os pricipais motivos dessa longa guerra foram: a disputa pela rica região...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • portugal
  • portugal
  • Portugal
  • Portugal
  • portugal
  • Portugal
  • Portugal
  • Portugal

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!