Por que não ensinar gramatica na escola

Páginas: 8 (1767 palavras) Publicado: 11 de abril de 2013
Por que (não) ensinar gramática na escola”, de Sírio Possenti


Na obra “Por que (não) ensinar gramática na escola”, de Sírio Possenti (1996), o autor apresenta uma proposta de mudança radical para o ensino de Língua Portuguesa. Argumenta que “para o ensino de língua materna mudar de verdade, não basta remendar alguns aspectos, é necessário uma revolução” (1996), pois, em nada vale mudar osprogramas de ensino se não houver mudanças nas escolas e nos professores. A hipótese do autor é que ensinar “língua” e ensinar “gramática” são coisas diferentes, por isso aposta no ensino da língua (viva e atual) e não de regras gramaticais (inusitadas e ultrapassadas), sendo assim, acredita que “o domínio competente da língua não requer o ensino de seus termos técnicos” (1996, p.54). Nessa obra,Possenti sugere várias propostas para o ensino de Língua Portuguesa que são de extremo bom senso, pois se constituem de metodologias alternativas, que com a conscientização do professor, ele mesmo pode aplicá-las em sala de aula. Como exemplos podemos citar: 1º) a valorização, sobretudo, da leitura e da escrita, acredita que se aprende a escrever escrevendo e a ler lendo; 2º) propõe a mudança dopadrão de língua a ser seguido, isto é, trocar a Literatura Antiga que é o modelo, pela linguagem jornalística ou dos textos científicos, tendo em vista que, esses apresentam uma linguagem muito mais próxima do que falamos atualmente; 3º) sugere uma nova visão acerca do que o educador deve considerar como erros de escrita, ressaltando que existem muito mais acertos do que erros. Por outro lado,existem propostas, que a meu ver, estão muito além do que poderíamos aplicar como uma metodologia de ensino, pois para a sua adesão, necessária seria uma revolução cultural, ou seja, na mentalidade da sociedade e na formação dos profissionais da educação acerca de como o ensino passaria a ser entendido e conduzido. Digo isso por sermos filhos de uma Cultura de Ensino Pragmático, ou seja, aula de LínguaPortuguesa é para se ensinar as regras gramaticais, e não ensinar a Língua, pois se subtende que o aluno não precisa aprender falar, mas sim escrever e ler. É válido dizer que, não me coloco contra a importância de uma revolução na educação, pelo contrário, a educação necessita urgentemente passar por grandes transformações. Porém, o que se percebe é que, muito se falam em transformações, maisisso sempre fica na superficialidade do discurso, e nunca se chegam ao cerne da questão. Por exemplo, na formação acadêmica de Letras, no ano de 2006, ainda não estamos sendo preparados para sermos professores de Língua, mas sim de Gramática, então como podemos falar em uma revolução no ensino de Língua Portuguesa se ainda estamos sendo preparados para dar aulas de regras gramaticais? (As propostasde Possenti que julgo estarem além do que conhecemos e entendemos como ensino de língua materna, por apresentarem uma concepção lingüística extremada são as que seguem): 1º) propõe que se ensine o que os alunos não sabem, ou quando eles erram, pois “o que é sabido não precisa ser ensinado” (1996, p. 50); 2º) acredita que o domínio efetivo e ativo de uma língua dispensa o domínio de umametalinguagem técnica (p.53); 3º) enfatiza que, o que os alunos precisam é ler e escrever ativamente, e não decorar regras gramaticais; 4º) sugere que as aulas de gramática sejam abolidas, ou pelo menos, abolidas nas séries iniciais (p.55)Para esclarecer essa posição dual que tenho em relação à obra de Sírio Possenti, faz-se necessário uma breve explanação sobre os porquês dos pontos positivos e negativosque apresentei, pois de nada vale apontá-los se não houver uma tentativa de uma sólida justificativa. Quanto aos pontos positivos, enfatizei primeiramente a importância que o autor dá à leitura e à escrita. Concordo plenamente, por acreditar que é inconcebível um ensino que não valorize, sobretudo, o ato de ler e escrever; a leitura é de essencial importância no processo de formação do aprendiz,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Por que (não) ensinar gramática na escola?
  • Por que (não) ensinar gramática na escola
  • Por que (não) ensinar gramática na escola.
  • Por que (não) ensinar gramática na escola?
  • porque não ensinar gramática na escola
  • porque Não ensinar gramatica na escola
  • Porque (não) ensinar Gramática na Escola.
  • Porque nao ensinar gramatica na escola

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!