Polo em Saúde

Páginas: 6 (1362 palavras) Publicado: 2 de dezembro de 2014
Pelotas pode se tornar um polo em saúde no país

Arranjo Produtivo Local promete alavancar crescimento da indústria na região e revelar as potencialidades pelotenses

Daiane Santos
Pelotas. Outro lado da saúde brasileira tem colocado o Brasil em destaque mundial ao impactar positivamente no atendimento prestado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e a rede privada. A produção de equipamentosmédico-hospitalares é hoje uma indústria em franca expansão, cujo crescimento gira em torno dos 13% ao ano, mais de quatros vezes a previsão de desenvolvimento do país para 2014, de 3%. Os dados são da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) e mostram ainda que somente no Rio Grande do Sul existem 18 empresas direcionadas a esse tipo de produção, o que representa 3,7% das fábricasinstaladas em todo o Brasil e 12,5% na Região Sul.
Em Pelotas, o segmento vem se fortalecendo com a criação de conglomerados voltados à área, os chamados clusters. O processo tornou o movimento de reindustrialização da região mais dinâmico, principalmente após a criação do Arranjo Produtivo Local (APL) do Complexo Industrial da Saúde (CIS), envolvendo indústrias dos municípios de Pelotas e RioGrande. Só em 2013 - ano em que o arranjo passou a atuar - mais de U$ 300 milhões em renda bruta foram movimentados pelas empresas integrantes do APL.
As quatro principais empresas integrantes da CIS - Amplivox, Contronic, Lifemed e Freedom -, todas de Pelotas, empregam 752 pessoas, o que representa 70% das vagas geradas pela indústria de artigos e equipamentos médicos do Rio Grande do Sul. A maiordelas é a Lifemed responsável por empregar aproximadamente 560 trabalhadores. Considerada de porte médio, o complexo industrial da fábrica possui 18 mil metros quadrados de área construída, instalados no parque industrial.
O grupo possui três centros de pesquisa, seis unidades de negócios e 35 assistências técnicas espalhadas pelo país. Reconhecidos em todo o Brasil, os produtos Lifemed estãopresentes em mais de dois mil hospitais brasileiros. Além disso, a empresa é a segunda maior fornecedora de soluções de infusão do mercado brasileiro e a maior de capital 100% nacional. Nos próximos quatro anos, a Lifemed deve investir R$ 100 milhões na melhoria da capacidade produtiva e na inserção de novos produtos no mercado, incluindo o filtro de hemodiálise. O artigo fará de Pelotas a únicacidade da América Latina a fabricar o equipamento usado no tratamento de doenças renais crônicas.
O presidente da Lifemed, Franco Pallamolla, vê em Pelotas potencial para criação de um polo nacional em saúde. A cidade já é considerada a primeira do Estado na industrialização de equipamentos relacionados a área médica e de saúde. "O APL promete impactar bastante na economia da cidade. Estamos muitootimistas." Pallamolla ressalta como ponto forte do arranjo, a existência de importantes centro de ensino e pesquisa na região, o que pode ajudar a "apróximar a indústria da academia", fortalecendo ambas as partes. A opinião dele é reforçada pelo coordenador executivo do Arranjo Produtivo Local da Saúde, Cristian Kuster.
Conforme Kuster, o acordo nasceu de uma necessidade de mercado: de um ladoas empresas instaladas na cidade e suas demandas tecnológicas e de infraestrutura. Do outro, as universidades e institutos de ensino aptas à produzir conhecimento, mas com poucos recursos para colocar as descobertas em prática. "Do ponto de vista tecnológico e até humano, o país inteiro vai se beneficiar do que fizermos aqui", considera o coordenador, levando em conta a missão do arranjo deproduzir artigos voltados a saúde com segurança e custos acessíveis, principalmente para atender a crescente demanda do SUS.

**Atrás das máquinas, vidas**
Mesmo que as empresas façam grandes investimentos em tecnologia, nada substitui a mão humana. Essa é a impressão do gerente de produção de elétro-médicos da Lifemed Michael Bressel. Para ele, a mão do homem é muito presente na indústria e isso...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • polo
  • polo
  • polo
  • polo
  • polo
  • polo
  • polos
  • polo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!