PNEUMOTÓRAX

Páginas: 2 (255 palavras) Publicado: 17 de fevereiro de 2014

TRABALHO EM GRUPO (TG)

CURSO: Letras
BIMESTRE: 2º bimestre
PROFESSOR (A): ..................








UNIP UNIVERSIDADE PAULISTA - INTERATIVANOME................ - RA ............








CIDADE – SÃO PAULO
ANO


Leia o poema abaixo, de Manuel Bandeira, extraia dele características pertinentes ao poeta modernista e as explique:  


Pneumotórax 
 
Febre, hemoptise, dispnéia e suores noturnos. 
A vida inteira que podia ter sido e que não foi. 
Tosse, tosse, tosse. Mandou chamar o médico: 
— Diga trinta e três. 
— Trinta e três... trinta e três... trinta e três... 
— Respire.   ............................................................................................................... 
  — O senhor tem uma escavação no pulmão esquerdo e o pulmão direito 
infiltrado. — Então, doutor, não é possível tentar o pneumotórax? 
— Não. A única coisa a fazer é tocar um tango argentino. 


O poema Pneumotórax apresenta um tema autobiográfico num tom coloquial e irônico. O segundo versopode ser considerado como síntese da vida do poeta.
Vemos a presença de um humor absurdo diante da morte sem remédio, poema-piada típico do modernismo.
Na primeira parterelembrando seu lado simbolista é sugerido pelos fonemas b/p/t/d/ um som da tosse intensificado pela onomatopeia tosse, tosse, tosse. Na segunda parte, a linha pontilhada marca umaquebra tanto na narrativa como na respiração. Na terceira e última parte, observamos um eufemismo para desenganar o paciente. O doente se agarra a uma esperança, mas o médicoacha tudo inútil e recomenda que toque um tango argentino, utilizando dos fonemas /t/ (tocar um tango argentino) procurando imitar a tosse do enfermo.
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • pneumotórax
  • Pneumotórax
  • Pneumotórax
  • PNEUMOTÓRAX
  • pneumotorax
  • Pneumotórax
  • Pneumotórax
  • pneumotórax

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!