Planejamento Participativo: Uma Ferramenta De Transformação Social Sob A Ótica Das Relações Públicas

Páginas: 23 (5502 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
Planejamento Participativo: Uma Ferramenta De Transformação Social Sob A Ótica Das Relações Públicas1


Beatriz Emi SEINO2
Laís Maria Fermino de SOUZA3
Letícia Souza MANZI4
Marília Luiza Néspoli FERREIRA5
Melissa SABBADINI6
Rebeka Nathalye MIQUELUTTI7
Vitória Martins de CARVALHO8
Maria Eugênia PORÉM9

Universidade Júlio de Mesquita Filho - Unesp, Bauru, SP



RESUMO
Osconceitos de participação e planejamento são recorrentemente pesquisados e discutidos na área acadêmica. No entanto, este artigo pretende desenvolvê-los aliados à ótica do planejamento participativo. A partir da contextualização teórica e levantamento bibliográfico, procura-se conciliar tais conceitos às habilidades e competências do profissional de Relações Públicas.


PALAVRAS-CHAVE: participação;cidadania; planejamento participativo; comunicação comunitária; relações públicas.


Introdução
Este artigo tem como objetivo analisar a relação do conceito de Planejamento Participativo com as práticas do profissional de relações públicas, dando enfoque na transformação social e na prática da cidadania.
Tendo como base os conceitos de Planejamento e suas variações, este artigo é construídocom ênfase na utilização do Planejamento Participativo e as transformações que esta vertente exerce nos âmbitos social e organizacional. Através de pesquisas bibliográficas, nota-se que o conceito de planejamento é intrínseco às relações públicas, à qual é imprescindível a participação coletiva dos grupos e públicos envolvidos.
Este trabalho se inicia com a definição do conceito de Planejamento esua repercussão nas instituições, agregando credibilidade a partir de sua adoção pelo governo, ao lidar com questões políticas mais profundas e complexas que surgiram com o término da II Guerra Mundial.
Posteriormente, insere-se a argumentação de Rattner (1976), que afirma que o planejamento possui em todas as suas fases o caráter político, mas depois introduz que as decisões tomadas para este fimdevem ser baseadas nos objetivos e demandas dos vários segmentos sociais, que possuem perspectivas diferentes, “que não tendem necessariamente a uma situação de equilíbrio consensual” (p. 23). Esta é uma das primeiras menções a um planejamento com o foco comunitário, que é utilizado por grupos, movimentos sociais que buscam uma mudança da realidade social e na construção da cidadania. ParaPeruzzo (2007), cidadania, enquanto sinônimo de participação, está intimamente ligada à busca por mudanças que cada indivíduo quer para sua realidade social. Essas mudanças, por sua vez, requerem cooperação absoluta de cada um, onde a sua ação e expressão são concretos, pois a participação é a forma efetiva em que se manifesta o exercício do poder político. A utilização do Planejamento Participativo é ocaminho para que essas mudanças ocorram, pois propõe a elaboração do consenso.
Dentro do planejamento, por sua vez, deve haver um processo comunicativo capaz de integrar todos os públicos de interesse. Esse artigo propõe que o Relações Públicas é um profissional que possui competências e habilidades para desenvolver esta atividade, pois em sua formação ele é preparado para lidar com públicos deperspectivas diferentes. Este profissional também é capaz de gerir a comunicação entre os grupos de modo fluente, mostrando-se diplomático ao considerar as limitações de cada ator envolvido, além de estimular as discussões objetivando o consenso.




Planejamento Estratégico: A Vertente Participativa Voltada Para A Transformação Social

Segundo Gandin (2008), após a Segunda Guerra Mundial,o planejamento passa a ser utilizado também pelo governo para a resolução de questões mais complicadas e profundas. A adesão do planejamento pelo governo teve uma repercussão tão grande que as outras instituições sentiram-se incentivadas e acreditaram no método, assim, passaram a se preocupar com a importância do planejamento, uma vez que ele visava a suprir as necessidades de um comércio em...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Planejamento Participativo: Conceitos, implementação e as relações públicas
  • Resenha do filme "Obrigado por fumar" sob ótica do Relações Públicas
  • A Posi O Do Planejamento Participativo Entre As Ferramentas De Interven O
  • A COMUNICAÇÃO SOB A ÓTICA DAS TEORIAS SOCIAIS
  • • Homoafetividade sob a ótica social e jurídica
  • Planejamento de Relações Públicas
  • Planejamento de Relações Públicas
  • Relaçoes publicas e as redes sociais

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!