Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão.

Páginas: 7 (1566 palavras) Publicado: 20 de outubro de 2014
LA TAILLE, Yves de; OLIVEIRA, Marta Kohl de; DANTAS, Heloysa. Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão. 22. ed. São Paulo: Summus, 1992. 117 p.


A presente resenha tem por escopo apresentar e descrever o livro intitulado “Piaget, Vygotsky, Wallon: teorias psicogenéticas em discussão”, escrito e organizado por Yves de La Taille, Marta Kohl de Oliveira eHeloysa Dantas, professores da Universidade de São Paulo – USP.
Yves de La Taille é professor-doutor do Instituto de Psicologia da USP com ênfase no desenvolvimento moral; tema que já vem sendo estudado pelo autor desde a década de 1980.
Marta Kohl de Oliveira é professora doutora da Faculdade de Educação da mesma Universidade, tendo se especializado na área dePsicologia da Educação. Atua principalmente com temas como cognição, inteligência e classe social.
Heloysa Dantas atualmente é professora-doutora da Faculdade de Educação da USP, também na área de Psicologia da Educação. Atua em temas como desenvolvimento e aprendizagem.
O livro estudado apresenta os pensamentos e teorias de Jean Piaget, Lev Semynovich Vygotsky e Henri Wallon,principais autores que desenvolveram estudos sobre a psicologia humana. O diálogo estabelecido entre as teorias de tais autores tem por finalidade compreender o funcionamento psicológico dos indivíduos, a inteligência e a afetividade e os fatores inerentes ao funcionamento da mente humana, com vistas a contribuir, principalmente, para o trabalho de pessoas inseridas contexto de ensino eaprendizagem. Para que tal exposição se concretizasse, o livro foi dividido em duas partes e cada parte foi contemplada com três capítulos. A primeira parte relaciona fatores biológicos e sociais ao desenvolvimento psicológico humano, designando um capítulo para a explicitação das teorias de cada autor. Já a segunda parte apresenta a afetividade e seus desdobramentos de acordo com as perspectivas dePiaget, Vygotsky e Wallon. Ao final, encontra-se o apêndice, com indagações de Yves de La Taille, Marta Kohl de Oliveira e Heloysa Dantas a respeito da universalidade, autonomia do sujeito e falseabilidade nas perspectivas dos autores supracitados.
No primeiro capítulo da parte 1, Yves de La Taille apresenta o lugar da interação social na concepção de Piaget. Na compreensão do psicólogosuíço, o desenvolvimento da inteligência humana ocorre apenas por meio das interações sociais, uma vez que o homem é um ser social e se desenvolve, intelectualmente, por meio de influências sociais. Piaget explica o termo “ser social” por meio da troca intelectual que ocorre entre os interlocutores com vistas a obter o equilíbrio. Para atingir tal equilíbrio, é necessário que o indivíduo Besteja de acordo com a proposição de A e tal proposição deve incitar B para que haja uma troca. Às proposições que correspondem às trocas entre A e B, são atribuídos valores. Essas trocas não são possíveis na relação entre adultos e crianças, visto que não há um equilíbrio; conforme a criança se desenvolve, ela tende a alcançá--lo.
O desenvolvimento da criança é dividido em trêsestágios: sensório-motor, pré-operatório e operatório. No segundo estágio, há o desenvolvimento do pensamento egocêntrico no qual Piaget afirma, segundo La Taille, que as crianças não têm uma única referência para as coisas do mundo, são contraditórias e não são capazes de se colocar no lugar do outro (reciprocidade). Portanto, o egocentrismo significa que a criança ainda não tem domínio do seu “eu” e nãoreconhece a diferença entre “eu” e “outro”. Nesse estágio as trocas não são equilibradas. No estágio seguinte, o operário, as crianças começam a desenvolver a personalidade, que corresponde à relação entre a própria perspectiva e outras existentes, reconhecendo que a própria concepção não é a única.
As relações sociais quando atingem o equilíbrio propiciam o desenvolvimento da...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • PIAGET, VYGOTSKY E WALLON Teorias Psicogenéticas em discussão
  • Piaget, Vygotsky e Wallon
  • Piaget, Vygotsky, Wallon : teorias psicogenéticas em discusão La Taille, Yves de. 1951
  • Um novo olhar, Piaget, Vygotsky, Wallon, Teorias Psicogenéticas
  • Fichamento piaget, vygotsky, wallon, teorias psicogeneticas
  • TEORIAS BEHAVIORISMO, GESTALT, PIAGET, VYGOTSKY, WALLON e PSICANÁLISE
  • Diferenças e semelhanças nas teorias de vygotsky,piaget e wallon
  • Contribuições à educação das teorias de vygotsky, piaget, wallon e ausubel

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!