Perturbações do comportamento e perturbação de hiperactividade com défice de atenção: diagnóstico e intervenção nos cuidados de saúde primários

Páginas: 15 (3587 palavras) Publicado: 30 de dezembro de 2012
592

dossier: saúde mental infantil

Perturbações do
comportamento e perturbação
de hiperactividade com défice
de atenção: diagnóstico e
intervenção nos Cuidados
de Saúde Primários
Carla Pardilhão,* Margarida Marques,** Cristina Marques**

RESUMO
As Perturbações do Comportamento e a Perturbação de Hiperactividade com Défice da Atenção são as formas mais comuns de
psicopatologia nainfância e na adolescência. Neste artigo são abordados sucintamente os aspectos inerentes ao seu manejo
nos Cuidados de Saúde Primários, nomeadamente o seu diagnóstico, epidemiologia, factores de risco e protecção, avaliação
clínica, comorbilidades, diagnóstico diferencial, prognóstico e estratégias de intervenção.
Palavras-chave: Perturbação Disruptiva do Comportamento; Perturbação doComportamento; Perturbação de Oposição;
Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção (PHDA).

INTRODUÇÃO

A

s Perturbações do Comportamento e a Perturbação de Hiperactividade com Défice de
Atenção (PHDA) constituem as formas mais
comuns de psicopatologia na infância e na
adolescência.
Estas perturbações acarretam pesados encargos individuais e sociais, em termos humanos e económicos,podendo ser precursoras de perturbações muito incapacitantes na idade adulta. O seu tratamento é dificultado pela complexidade dos factores implicados na sua
etiopatogenia, pelo elevado grau de disfuncionalidade
das famílias envolvidas e pela escassez de recursos comunitários para implementar estratégias de intervenção eficazes.1

*Médica Interna do Internato Complementar de Pedopsiquiatria,Departamento de
Pedopsiquiatria do Hospital D. Estefânia
**Pedopsiquiatras, Departamento de Pedopsiquiatria do Hospital D. Estefânia

Rev Port Clin Geral 2009;25:592-9

PERTURBAÇÕES DISRUPTIVAS DO COMPORTAMENTO
Definição
Os critérios de diagnóstico das Perturbações Disruptivas do Comportamento encontram-se definidos nas
classificações internacionais (Diagnostic and Statistical
Manual ofMental Disorders [DSM-IV-TR] e International Classification of Diseases [ICD-10]).2,3 Este grupo
complexo de situações engloba as Perturbações de
Oposição e as Perturbações do Comportamento propriamente ditas.
De uma forma geral, as Perturbações de Oposição
são caracterizadas por um padrão habitual de comportamento negativista, desobediente e desafiante em relação às figuras de autoridade.2 AsPerturbações do
Comportamento caracterizam-se pela presença de padrões recorrentes e persistentes de:
• Dificuldade de aceitação de regras;
• Actos agressivos, desencadeados frequentemente
por situações de frustração;

dossier: saúde mental infantil

• Comportamentos anti-sociais, de violação dos direitos básicos dos outros, com gravidade variável (roubos, mentiras, fugas, destruição depropriedade,
agressão de pessoas e animais).4

Epidemiologia
Estudos internacionais apontam para uma prevalência
de cerca de 5% das Perturbações do Comportamento
em idade escolar, com predomínio no sexo masculino.1,4 As Perturbações de Oposição também são mais
frequentes no sexo masculino e parecem constituir uma
forma atenuada ou inicial das Perturbações do Comportamento.
A maioria doscasos de diagnóstico deste tipo de perturbações durante a infância mantém os sintomas na
adolescência.
Nos rapazes em idade escolar predominam os com-

portamentos de oposição e heteroagressivos, que
evoluem com frequência para comportamentos de
características anti-sociais na adolescência. As raparigas apresentam menos comportamentos agressivos,
mas mais atitudes de manipulação e, naadolescência,
são habituais os comportamentos de risco, nomeadamente de cariz sexual, com risco de gravidez precoce.1,4-6

Factores de Risco e de Protecção
Mais do que cada factor isolado, é a acumulação e a interacção entre os vários factores de risco que mais parece influir na génese das Perturbações do Comportamento (ver Quadro I).1,4,5
Relativamente a este tipo de perturbações, é também...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Diagnóstico, avaliação e intervenção em hiperatividade e défice de atenção
  • Perturbação de hiperatividade com défice de atenção
  • Cuidados de saude primários
  • CUIDADOS PRIMARIOS DE SAUDE
  • Saúde mental nos cuidados de saúde primários
  • Cuidados Primários, Secundários e Terciários de Saúde na Infância
  • Perturbações da Atenção
  • INTEGRALIDADE EM SAÚDE MENTAL:COORDENAÇÃO E CONTINUIDADE DE CUIDADOS NA ATENÇÃO PRIMÁRIA

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!