Perturbações da vinculação

Páginas: 22 (5392 palavras) Publicado: 16 de novembro de 2012
Departamento de Psicologia
Psicopatologia a Criança e do Adolescente
Ano lectivo 2009/2010




Perturbações da Vinculação





Docente: Prof. Vítor Franco

Discente: Vanessa Baptista, n.º 5894



ÍndiceIntrodução……………………………………………………………… pág. 3

Origem e Desenvolvimento histórico da Vinculação………………… pág. 3-5

Diferentes abordagens e principais contributos teóricos da Teoria da Vinculação e das Perturbações da vinculação…………………………………… pág. 5-11

Nosologia das Perturbações da Vinculação……………………… pág. 11-12

Investigações actuais: suporte empírico e da investigação…………… pág. 12-15Bibliografia………………………………………………………… pág. 16-17















Introdução

A necessidade de estabelecer relações afectivas com os outros é uma necessidade básica do ser humano.
A vinculação é definida por Bowlby (1988, cit in. Silverman, 1994) como, "any form of behavior that results in a person attaining or maintaining proximity to some other clearly identified individual who is conceived of as better able tocope with the world. It is most obvious whenever the person is frightened, fatigued or sick, and is assuaged by comforting and caregiving". Mary Ainsworth (1969 cit. por Soares, 1996) acrescenta, ainda, que a vinculação é “uma ligação que, uma vez estabelecida, tende a persistir, a ser duradoura, no sentido em que lança pontes sobre o tempo e o espaço”.
Por outro lado, se esse conforto, carinho esegurança forem perturbados ou não forem produzidos, aparecem determinados sintomas característicos, tanto no progenitor como no bebé, sendo este último que desenvolve, em seguida, um conjunto típico de reacções e de comportamentos sociais anormais designados de Perturbação da Vinculação (Rygaard, 2006).

1. Origem e Desenvolvimento histórico da Vinculação

O interesse de Bowlby pela relaçãoentre a ocorrência de situações de privação de cuidados maternos e a manifestação futura de perturbações duradouras na relação mãe-criança surge por volta dos anos 20, quando este decide compreender os efeitos das experiências familiares no desenvolvimento humano.
Nos anos 40 James Robertson começa a investigar com Bowlby os efeitos no desenvolvimento da personalidade da criança relacionados coma separação precoce da mãe. (Soares, 1996). É, então, com as experiências de Bowlby como psicoterapeuta e as observações de Robertson que surgem duas ideias. A primeira ideia remete-se para a relevância da perda da figura materna para o desenvolvimento de processos psicopatológicos, e a segunda ideia para uma certa continuidade, ao nível das respostas e dos mecanismos defensivos do indivíduo,entre a experiência precoce da separação da mãe e determinadas perturbações do funcionamento da personalidade (Bowlby, 1953; Robertson, 1953; Robertson & Bowbly, 1952 cit. por Soares, 1996).
No entanto, é na década de 50 que o problema da privação materna ganha contornos, sendo este interpretado de diferentes formas. Por um lado, estavam os clínicos da psiquiatria tradicional e os defensores dateoria da aprendizagem e, por outro, os psicanalistas, valorizando o papel da fantasia na psicopatologia e pouco interessados na influência dos acontecimentos na vida real (Rutter, 1979 cit. por Soares, 1996). Bowlby era psicanalista, mas não se sentia completamente satisfeito com esta abordagem como referência para a compreensão e explicação da problemática da privação do afecto materno, tendoficado sensível aos potenciais contributos teóricos de outros modelos.
Com isto, surge o conceito de vinculação assente noutros contributos como a etologia, as ciências cognitivas e a cibernética, a noção de plano aplicada ao comportamento humano e a teoria de Darwin (Bowlby, 1969/1982). O artigo de Bowlby, “The nature of the child’s tie to this mother”, fica para a história...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Perturbações
  • Vinculação
  • vinculaçao
  • Perturbações
  • A vinculaçao
  • Perturbaçoes da ansiedade
  • Perturbações de humor
  • Perturbações da linguagem

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!