Perfume - A Histótia de um assassino: uma análize da vida social na França do século XVIII

Páginas: 10 (2453 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
PERFUME – A HISTÓRIA DE UM ASSASSINO: UMA ANÁLISE DA VIDA
SOCIAL NA FRANÇA DO SÉCULO XVIII
Aline de Oliveira Silva1
Bruno Roque Younes2
Érika Salomão Preissel3
Neste trabalho iremos abordar alguns pontos principais referentes à sociedade
francesa no século XVIII. Fazendo uma análise do filme: “Perfume: a História de um
assassino”, e a metodologia de História utilizada dentro da sala deaula, especificando
os seguintes tópicos: 1) Sociedade e Comércio; 2) Higiene e 3)Público e Privado
envolvendo a questão religiosa; e ao fim da análise foi preparada uma atividade para ser
trabalhada com os alunos do Ensino Médio.
O filme “Perfume: a história de um assassino” se passa na capital francesa no
ano de 1738 e conta a história de Jean-Baptiste Grenouille, filho de uma vendedora depeixes na qual abandonou o menino logo após o seu nascimento. Passando por muitos
conflitos ao longo de sua vida, como morar em um orfanato e sofrer maus-tratos, e logo
após ir trabalhar numa situação quase de escravo em um curtume para fabricação de
tecidos, Jean-Baptiste tinha um dom de sentir e diferenciar os mais diversos odores à
sua volta. Mudando de vida e se tornando auxiliar daperfumaria do senhor Giuseppe
Baldini, descobertas e transformações passam a acontecer na vida de Jean-Baptiste.
Buscando manter o odor de forma permanente, ele procurava odores humanos para
satisfazer seu sonho e achar a fórmula perfeita.

1

Graduanda em História pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo
Graduando em História pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo
3Graduanda em História pelo Centro Universitário Adventista de São Paulo
2

1

A sociedade francesa na época do século XVIII, retratada no filme, nos mostra
algumas peculiaridades em relação ao comércio, a higiene e a religião. Nos quesitos
sociais, Paris era o centro das grandes transações econômicas, comerciais e políticas, o
que interferia constantemente no modo de vida do povo. Sendo a capitaldo país, as
atividades essenciais para o governo eram tomadas ali e executadas ao longo do
território. Vivendo em um sistema absolutista onde o rei Luis XV estava no comando do
país em 1722, a França passou por momentos incertos entre a nobreza e a burguesia,
refletindo mais tarde, no ano de 1789, na Revolução Francesa, da qual Luis XV já havia
caído do poder e Luis XVI estava no comendo dopaís. Todavia, as finanças reais não
estavam favoráveis e Luis XVI foi deposto, explodindo assim a Revolução Francesa,
que mais tarde problematizou toda a sociedade do país.
Em suma, esse trabalho da sociedade sobre si mesma efetua-se em
duas direções aparentemente contraditórias, mas cujos resultados
se orientam no mesmo sentido. As civilidades visam a criar entre
os homens as condições deum relacionamento agradável, lícito, e
cada vez mais conforme às reforçadas exigências da religião.
(REVEL 1991:185)

O povo parisiense era dividido entre: clero, responsável por toda a Igreja
Católica influente na sociedade francesa, que era isenta dos tributos; o monarca e seus
súditos, que usufruíam de luxos e conforto; nobreza que era rica e tinha muitas posses; a
base formada peloterceiro estado, composta pela burguesia, camponeses, artesãos e
donos de alguns comércios; e os servos que não eram donos de terras e não tinham
condições de infraestrutura para viver. Retratado no filme, a vida dos camponeses e dos
trabalhadores era de miséria, Jean-Baptiste tinha uma origem humilde e trabalhava
como servo, não tendo possibilidades de ascensão econômica e, tão pouco, família.
Àprocura da 13ª mulher para completar sua fórmula perfeita, Jean-Baptiste
buscava por uma menina que tinha um odor fascinante como jamais sentido por ele
anteriormente. Filha de um membro importante da sociedade parisiense, essa menina
ruiva e de pele branca, fazia parte do povo rico da França. A nobreza, formada por
grandes donos de terra e importantes na economia do país, tinham influência...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Rousseau e a França no século XVIII
  • a franca seculo xviii
  • A França no século XVIII
  • Organização social do seculo xviii
  • Transformaçoes sociais do século xviii
  • Depois do Cativeiro a vida do libertos nas Minas Gerais do século XVIII
  • A Vida das mulheres nas Minas Gerais do século XVIII
  • Transformações sociais do século XVIII: Revolução Francesa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!