período helenístico

Páginas: 50 (12339 palavras) Publicado: 5 de novembro de 2014
Os principais reinos helensticos Alexandre (Magno) alterara por completo a geografia poltica do mundo conhecido de ento. Sucedendo a Filipe em 336 a.C., em 334 a.C. atravessa o Helesponto, da Europa para a sia, e quando morre em 323 a.C., uma parte da Europa, a zona do nordeste da frica e extensas regies da sia, do Mediterrneo s margens do Indo e do Mar Aral ao ndico, estavam sob o seu domnio.Foi uma gesta prodigiosa, sem par na Histria. Mapa 2 As conquistas de Alexandre Magno, in J. M. Cook, Os Gregos na Jnia e no Oriente, Verbo. A morte prematura do jovem Imperador no deixou solucionado o problema da sucesso. Em breve os membros da sua famlia so eliminados. Os seus generais de imediato entram em luta pela conquista do poder. Tiveram a sorte de no haver na altura nenhuma potnciaestrangeira com fora suficiente para intervir. Os povos conquistados, por sua vez, habituados que estavam monarquia, no se importavam que fosse este ou aquele o dinasta e submeteram-se aos sucessores que lhes foram aparecendo. Desse modo os generais de Alexandre os Didocos (do grego Diadokoi, sucessores) puderam intrigar e disputar entre si, em luta aberta pela sucesso. Governadores deconsiderveis territrios, ou generais acantonados em zonas mais ou menos extensas, no se sentiam contudo satisfeitos com isso. As lutas pelo poder ocupam os cinquenta anos subsequentes morte do Imperador, com raras concesses ao direito e moral. Acabam por restar trs generais que dividem o imprio de acordo com as limitaes geogrficas Lismaco fica com as provncias europeias e parte da sia Menor Seleuco obtm amaioria das regies asiticas Ptolomeu consegue o domnio do Egipto, da Lbia e do mar. Essa diviso constituir, grosso modo, o embrio dos futuros reinos helensticos que emergem como uma consequncia da luta pelo poder. No sem que antes a ambio renove a luta, agora apenas entre Lismaco e Seleuco, j que Ptolomeu cedo se apercebe da impossibilidade de unificar o imprio e vai tentar fortalecer o seu domniosobre o que ser o reino do Egipto ou dos Lgidas. Assim Lismaco invade a sia, onde em 281 a.C. vencido e morto em Curupdio (sia Menor) por Seleuco que, por sua vez, assassinado por Ptolomeu Cerauno, quando, aps a vitria, se dirigia para a parte europeia do imprio. Desta forma desaparece o ltimo dos Didocos. No momento verifica-se tambm a invaso dos Gauleses que vem acentuar o caos e ainsegurana. Na luta contra essa ameaa que acaba por ser afastada com a derrota desses povos em Lisimaquia, em 277 a.C. distinguem-se Antgono Gnatas, neto de um dos maiores generais de Alexandre (tambm chamado Antgono), e Antoco, filho de Seleuco. Por volta de 270 a.C., perdida a esperana de reunir todo o imprio de Alexandre sob o governo de um s homem, a trplice diviso definitivamente aceite os Ptolomeusestavam j estabelecidos no Egipto Antoco fica com a sia e abandona todas as pretenses s outras partes Antgono Gnatas, por sua vez, declina as ambies de domnio sobre a sia e passa a reinar nas regies da Europa. Assim se implantam os trs principais reinos helensticos (ver mapa 3). O equilbrio da trplice diviso, em consequncia das duras lutas e ambies que continuavam a lavrar, foi sempre poucoestvel. Verificava-se um crtico estado de tenso nas reas de fronteira. Por outro lado, o reino dos Selucidas apresentava certa fraqueza, dada a sua extenso e a variedade de raas as intrigas eram constantes. A situao agrava-se muito com a fixao dos Gauleses na sia Menor, aps serem afastados da Pennsula Balcnica com a referida derrota de Lisimaquia. Prgamo, como Estado independente, nasce destescondicionalismos. Comeou por ser uma cidade integrada no reino dos Selucidas, mas umenes (263-241 a.C.), seu governador, obriga Antoco I a reconhecer a independncia do reino, aps o derrotar em Sardes, em 262. O sucessor, talo I (241-197 a. C), aparece como campeo do helenismo contra os brbaros, ao vencer os Gauleses do interior em 230. Mapa 3 Reinos helensticos, in J. Ferguson, A Herana do Helenismo,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Período Helenístico
  • período helenístico
  • Período helenístico:
  • Periodo helenístico
  • Período Helenístico
  • O período Helenístico
  • Período Helenístico
  • Periodo Helenistico

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!